Educação

Aluno da rede estadual representará o Piauí no Festival Mundial dos Estudantes

O estudante que representará o Piauí foi selecionado entre milhares de alunos e será um dos três jovens brasileiros a participar do evento internacional
Fonte: Portal do Governo do Piauí | Editor: Da redação 14/09/2017 08:49
Alessandro Carvalho, aluno da Unidade Escolar Polivalente Presidente Castelo Branco Alessandro Carvalho, aluno da Unidade Escolar Polivalente Presidente Castelo BrancoFoto: Ascom/Seduc

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) acredita no potencial dos estudantes da rede pública e incentiva a cada dia o protagonismo juvenil. Essa atitude que vem rendendo bons frutos, como o jovem líder estudantil, Alessandro Carvalho, aluno da Unidade Escolar Polivalente Presidente Castelo Branco, de Teresina, que vai participar do Festival Mundial de Juventude e dos Estudantes, que acontecerá em Sóchi, na Rússia, entre os dias 14 e 22 de outubro de 2017.

O estudante que representará o Piauí foi selecionado entre milhares de alunos e será um dos três jovens brasileiros a participar do evento internacional. "Faço parte do movimento estudantil, sei da importância de um evento como esse, será uma experiência única, possível também graças ao apoio que a Seduc dá aos estudantes. A secretaria não tem medo de investir no aluno e na educação, desenvolvendo o nosso senso crítico", disse Alessandro Carvalho.

O Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes é um evento internacional organizado desde 1947 pela Federação Mundial da Juventude Democrática em conjunto com a União Internacional de Estudantes. Segundo a organização do evento, entre as programações do festival será a eleição para o Conselho Mundial de Estudantes e a eleição da Federação Mundial Democrática da Juventude (FMDJ), onde Alessandro Carvalho será um dos três mil jovens que terá direito a voz e voto nas duas eleições do festival.

Ainda na perspectiva de incentivar o protagonismo dos alunos da rede estadual, a Seduc vem auxiliando na reformulação dos grêmios estudantis por meio da Supervisão de Grêmios Estudantis (Sugres), além de estimular a participação dos estudantes piauienses em programas de âmbito nacional, como o Programa Jovem Embaixador, que propicia a alunos brasileiros da rede pública, com perfil de liderança, intercâmbio nos Estados Unidos. E os programas Parlamento Jovem e Jovem Senador, que possibilitam aos alunos de Ensino Médio a vivência do processo democrático na Câmara dos Deputados e no Congresso, respectivamente.

Comentários