Política

Aliados defendem um candidato majoritário por partido

PT, Progressistas e MDB indicariam apenas um candidato majoritário
Fonte: PMDB | Editor: Paulo Pìncel 08/02/2018 23:30
Deputado federal Marcelo Castro (PMDB) Deputado federal Marcelo Castro (PMDB)Foto: Paulo Pincel

Cresce, entre os mais de dez partidos que compõem a base do governo Wellington Dias a tese de que cada um dos partidos com maior densidade eleitoral deve indicar apenas um candidato majoritário e não dois, como querem PT e Progressistas.

O presidente do MDB no Piauí, deputado federal Marcelo Castro, entende não haver lógica que um partido só indique duas das quatro vagas majoritárias – são duas ao Senado, uma a vice-governador e outra a governador. Dessas apenas duas já estão decididas: as candidaturas à reeleição do governador Wellington Dias e do senador Ciro Nogueira,

“São dez partidos querendo as mesmas vagas. O razoável é que cada partido ocupe uma vaga só. O PT ocuparia a vaga de governador, o Progressistas fica com a do senador Ciro, o MDB com a vaga de vice e vamos então negociar e o coletivo vai decidir pelo conjunto de candidatos melhores para a vitória”, defendeu Castro.

Enquanto Wellington Dias não conversa reservadamente com cada um desses partidos e depois parte para a reunião ampliada com toda a base, muitos rumores vão surgir a cada nova entrevista das lideranças desses partidos.

“Temos muitos partidos para poucas vagas e isso significa que alguns partidos não serão contemplados com vagas majoritárias. Vamos fazer critérios: os maiores partidos, de maior expressão político e eleitoral, de maior densidade, ficariam com as vagas e, sem nenhuma dúvida, o MDB está no meio deles”, avalia.

Comentários