Política

100 anos da APL são lembrados em sessão especial Assembleia

Homenagem justa, mas demorada
Fonte: AI Comunicação | Editor: Da Redação 08/12/2017 08:29
Homenagem 100 anos APL Homenagem 100 anos APLFoto: Ai Comunicação

A passagem dos 100 anos da Academia Piauiense de Letras foi lembrada hoje (7) em homenagem realizada pelo Legislativo do Piauí. Entre os presentes na solenidade que compuseram a mesa estavam, Francisco Guedes, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí, representando a governadora do Estado, reitor da UESPI, Nouga Cardoso, os imortais Jônatas Nunes, Celso Barros Coelho, representando o presidente da APL, Nelson Nery Costa, imortal e ex-deputado Homero Castelo Branco, a decana Nerina Castelo Branco entre outros como Zózimo Tavares e Fides Angélica. A proposta de homenagem de autoria do deputado estadual João de Deus (PT) foi aprovada por unanimidade pelo plenário da Casa.

O deputado João de Deus lembrou da importância da Literatura para a vida e para a História do Piauí. "Em uma reunião ocorrida em 1917 foi escolhida a primeira diretoria da APL e muitas vezes nos reunimos sem saber o tamanho da importância daquele momento", lembrou o deputado em seu discurso. Para o deputado é primordial que sempre se esteja lembrando, divulgando e prestigiando o valor da Academia Piauiense de Letras, pois entre seus membros estão dos mais renomados intelectuais do país.

Celso Barros fez um relato histórico pontuando a firmeza dos que fundaram a APL no sentido de levar sua mensagem até o futuro através das gerações. "Hoje nós aproximarmos dos 100 anos e é nós dada a oportunidade de lembrar da importância dos valorosos senhores que resolveram enfrentar tempos difíceis, a Europa estava em Guerra e sem dúvida os homens de pensamento estavam sintonizados com o que se passava no resto mundo" afirmou.

Ele lembrou que representar a APL naquele momento o colocava como representante tanto da Academia quanto da Assembleia uma vez que foi deputado estadual cassado. "Dos 26 deputados que me passaram todos já morreram", lembrou. Acrescentando também que a mesma Assembleia lhe devolveu o mandato há alguns anos. Agradeceu a homenagem citando o poema O Caminho que tem como autor o seu patrono na APL, José Newton de Freitas; "O caminho".

Homenagem justa, mas demorada

A contribuição da APL para a Cultura do Piauí foi lembrada pela parceria com a Fatepi através da qual já foram publicadas 98 obras e chegará as 100 obras de escritores locais exatamente em homenagem ao centenário da instituição.

A decana Nerina Castelo Branco lembrou durante a sessão a necessidade de se fazer justiça aos artistas e intelectuais do Piauí. "Eu tenho pensado muito nesta situação de negação, mas aqui não vem ao caso aqui só quero agradecer ao deputado João De Deus. Foi preciso a Academia fazer 100 anos para ser lembrada, mas aqui só cabe agradecer ao deputado João de Deus pela lembrança", afirmou Nerina.

O deputado lembrou que fez a propositura da homenagem pela importância de mostrar ao Piauí e pelo momento engrandecer também a própria Assembleia Legislativa ao prestar essa homenagem à APL.

Comentários