Experiência Colômbia: gastronomia de ótima qualidade

A culinária colombiana é excelente A culinária colombiana é excelenteFoto: Goretti Mendes

A culinária da Colômbia é originária da mistura de diversas culturas. Traços da cultura indígena, população nativa das montanhas andinas, traços da gastronomia espanhola pela colonização durante muitos anos e também traços de hábitos alimentares dos escravos vindos da África.

Esta é a origem da miscelânea de sabores nos melhores pratos da culinária típica colombiana.

Situada a oeste do Meridiano de Greenwich, na linha do Equador, a Colômbia possui regiões com climas diversos. Faz frio em cidades como Bogotá com altitude de aproximadamente 3.600m e faz muito calor em regiões baixas, próximos à linha do Equador. A variação climática influi nos tipos de alimentos cultivados em cada região e consequentemente nos costumes culinários resultando em diversidades gastronômicas no país.

O café e o Rum colombianos são bebidas obrigatórias para quem quer experimentar o que há de melhor. O perfume e o sabor das duas iguarias não tem igual.

A herança indígena do milho é uma presença forte em pratos típicos colombianos, com diferentes formas de cozimento e preparo.

A Arepa , é um exemplo, uma espécie de panqueca espessa que costuma ser servida como acompanhamento de diversos pratos ou servida somente com queijo e manteiga na hora do café, substituindo o pão.

Arepas
Arepas Foto: Goretti Mendes

É grande a variedade de frutas e de primeiríssima qualidade. Algumas são exóticas e deliciosas.

A Pitahaya, que lembra o fruto do nosso mandacaru e a Granadilla , uma espécie de maracujá, muito doce .

Pitahaya e Granadilla

A Granadilla Foto: Goretti Mendes

Granadilla

A Pitahaya Foto: Goretti Mendes

Pitahaya

Pitahaya Foto: Goretti Mendes

Mamoncillo , uma espécie parecida com a nossa pitomba sendo mais doce, amarela e mais carnuda.

Mamoncillo Mamoncillo Foto: http://culture.oasiscollections.com/pt/top-5-exotic-juices-to-try-in-colombia

O café da manhã na Colômbia é uma festa. É um verdadeiro almoço. Além das frutas frescas e maravilhosas é servida, como entrada, uma sopa muito rala e saborosa chamada Ajiaco Santafereño .

Ajiaco Santafereño Ajiaco Santafereño Foto: Goretti Mendes e

O prato principal do café da manhã é arroz com carne ou arroz com frango acompanhado de ovos, arepas , queijos, presuntos e tudo o que se tem direito, além, é claro do café colombiano que é de qualidade indiscutível.

Café da manhã Café da manhã foto: Goretti Mendes

Come-se muito bem na Colômbia e o preço é muito justo. Sem exploração.

Dos restaurantes mais simples aos mais sofisticados, a comida é muito farta. A quantidade sempre assusta quando chega à mesa. O melhor é que a qualidade também é uma grata surpresa.

peixe ao molho de camarão peixe ao molho de camarão Foto: Goretti
O astro dos acompanhamentos é o arroz de coco
O astro dos acompanhamentos é o Arroz de Coco. O astro dos acompanhamentos é o arroz de coco.O astro dos acompanhamentos é o arroz de coco.
Arroz de coco com peixe Arroz de coco com peixe foto by Goretti

Arroz de coco com frutos do mar Arroz de coco com frutos do mar Foto: Goretti Mendes

A banana é a grande estrela da gastronomia colombiana. Ela é vendida nas ruas como se vende batatas fritas no Brasil. É o Patacones , um salgadinho, crocante e delicioso.

Patacones Patacones Foto: Goretti Mendes

Inacreditavelmente eles usam a banana da terra ainda verde!

Preparação da banana Preparação da banana Foto: Goretti Mendes

A banana sempre acompanha todos os pratos. Seja em lâminas ou como “panquequinhas” são maravilhosos os Patacones ou tostones fritos.

Patacones Patacones Foto: Internet

As receitas destas delícias de banana são simples. O “pulo do gato” é que as bananas são verdes. Bananas maduras não ficam sequinhas nem ficam crocantes.

Para as lâminas de bananas ,

Bananas da terra verdes (chamada também de banana comprida ou banana chifre de boi)

Óleo para fritar.

Sal à gosto.

Modo de preparar

Descascar as bananas e cortar em lâminas muito finas no sentido do comprimento (pode usar um fatiador de legumes);

Fritar as fatias imersas em óleo bem quente até começar a dourar.

Colocar em papel absorvente e polvilhar com sal à gosto.

Para as “panquequinhas” de bananas

03 Bananas da terra verdes (chamada também de banana comprida ou banana chifre de boi)

01 xícara de água

03 dentes de alhos amassados

Sal à gosto

Corte as bananas em partes iguais de mais ou menos 4 a 5 cm. Deixe repousar na água com os alhos amassados. Em seguida seque as rodelas de bananas em papel toalha e ponha para fritar rapidamente em óleo quente. Retire do fogo, coloque em papel absorvente para secar o óleo. Transfira as bananas para uma tábua de carne e com a ajuda de um amassador de alimentos ou mesmo com o fundo de um copo pressione as rodelas para amassar tomar a forma de panquecas. Volte a fritar em óleo quente até ficarem douradas. Colocar novamente para secar em um papel absorvente e servir ainda quente.

Para o Arroz de Coco

Ingredientes (4 porções)

2 Xícaras de Coco ralado

2 Xícaras de Arroz

2 Colheres de sopa de Açúcar mascavo

1 Pitada de sal

Modo de preparar

Para fazer o titoté (o caramelo que dá sabor e cor ao arroz), bata meia xícara do coco ralado com 2 xícara de água morna, e coe. Transfira o líquido para uma panela e leve ao fogo alto com o açúcar. Cozinhe este preparo (o titoté) até obter um caramelo escuro que forma grumos.

À parte, bata o coco restante com 4 xícaras de água morna. Coe muito bem e reserve o leite de coco resultante.

Quando o titoté estiver pronto, acrescente o leite de coco preparado no passo anterior e misture com uma colher até dissolver o titoté. Quando ferver, acrescente sal a gosto e o arroz, deixando cozinhar em fogo médio.

Quando o arroz tiver absorvido todo o leite de coco e estiver cozinhado, sirva ainda quente.

Este arroz é maravilhoso para acompanhar peixes e frutos do mar.

Comentários

COZINHARTE

Goretti Mendes

Arquiteta e Urbanista formada pela Universidade Federal de Pernambuco. Também é especialista em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Piauí. Amante da arte sob qualquer forma de expressão, vê na Gastronomia e na Arquitetura artes que se complementam.

Sobre o Blog

Nesta coluna abordaremos os mais diversos assuntos sobre a arte de cozinhar, sobre boas experiências na cozinha. Falaremos da arquitetura como arte complementar da gastronomia.

Apoio:

Colunas e Blogs