TURISMOLOGIA

Por Francisco Correia

Corso 2018

Corso CorsoFoto: Reprodução

Teresina se prepara para receber os foliões do Piauí e do Brasil no Corso 2018, considerado o maior desfile de carros alegóricos do mundo ! Hotéis e restaurantes da capital estão concedendo descontos especiais para esse fim de semana.

'Tarifa Corso 2018' começa a valer a partir de hoje em hotéis e restaurantes de Teresina

Bares, restaurantes e hotéis estarão com promoções especiais, decoração e músicas temáticas;

A Tarifa Corso 2018, iniciativa da Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), começa a valer a partir desta sexta-feira (02) e segue até domingo (4). Bares, restaurantes e hotéis estarão com promoções especiais, decoração e músicas temáticas destinadas ao público teresinense e turistas que irão curtir o pré-carnaval na capital. O secretário da Semdec, Aluísio Sampaio, explica que essa ação foi possível por meio de uma parceria entre a classe hoteleira e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Piauí (Abrasel). A intenção é promover o Corso, fomentar o turismo e dar apoio aos setores da economia que contribuem com o desenvolvimento da capital. “A campanha 'Tarifa Corso 2018' está alcançando grande repercussão nas redes sociais. Trabalhamos também na divulgação institucional para que as pessoas tivessem conhecimento e aproveitem as facilidades promocionais dos setores de hotelaria e gastronomia nos estabelecimentos que aderiram à ação. Queremos movimentar o turismo local e estimular os setores da economia”, declarou o secretário. Ao todo, 19 estabelecimentos aderiram à tarifa. No setor hoteleiro, são eles: Teresina Uchôa, Íbis Hotel Teresina, Hotel Pio, Luxor Hotel, Lis Hotel, Fórmula Flat Europa, Executive Flat Rio Poti, Hotel Express Arrey e Bristol Gran Hotel Arrey. Nos bares e restaurantes estão disponibilizando descontos os locais: Moinho de Pedra, Boteco, Seu Zé, Labareda Teresina Shopping, Black B, Fogo Campeiro, Cantinho do Faustino, Matisse, Seu Boteco e Labareda.

Imagem Ilustrativa

Vila Galé divulga pratos típicos portugueses

Bacalhau à Zé do Pipo, já em fevereiro, Arroz de Tamboril, em maio, ou Arroz de pato à moda de Braga, em outubro, são algumas das iguarias incluídas este ano na iniciativa gastronómica 12 Meses, 12 Pratos. Dando continuidade a um conceito lançado em 2016 e que tem tido enorme adesão, mensalmente estará disponível nas cartas dos restaurantes da Vila Galé uma especialidade de determinada região do país, com o principal objetivo de divulgar os produtos regionais e a rica gastronomia portuguesa.

Imagem Ilustrativa

Assim, no mês de fevereiro, a especialidade selecionada é o Bacalhau à Zé do Pipo, seguindo-se a Alheira frita com grelos (março) e as Favas com entrecosto (abril). Entre maio e julho, as opções mensais são o Arroz de tamboril, os Secretos grelhados com esparregado e o Arroz de polvo à algarvia, respectivamente. Para o verão, o Choco frito será o rei de agosto, enquanto para setembro a especialidade é o Bife de atum madeirense. O Arroz de pato à moda de Braga – que se come em qualquer altura do ano , honra o mês de outubro. Para o final do ano, há Bacalhau à Brás em novembro e a “Francesinha” em dezembro. É possível experimentar o prato do mês em todos os hotéis Vila Galé de quatro estrelas em Portugal (exceto Vila Galé Porto Ribeira), ao almoço ou ao jantar, por 10€ por pessoa, sem bebidas incluídas.

Imagem Ilustrativa

Livro de Margarida Pereira-Müller vai representar Portugal

O livro “A Verdadeira Cozinha Americana”, da autoria de Margarida Pereira-Müller e editado pela Colares Editora, foi o selecionado por Gourmand World Coobook para representar Portugal na categoria “América”, para concorrer ao The Best in the World. O evento terá lugar em Yantai, considerada a capital do vinho na China, nos dias 26 e 27 de maio de 2018. No seu livro, a autora refere que através das várias cozinhas regionais dos EUA poderemos reconstituir a história da colonização e emigração, bem como a formação do país. (…) O país foi dividido em cinco regiões gastronómicas, revelando as suas origens e algumas das suas receitas mais representativas. “A Verdadeira Cozinha Americana”, através de dezenas de receitas, pode recriar os ambientes e a mesa dessa enorme nação, que o cinema nos ajudou a fantasiar , conclui Margarida Pereira-Müller.

EMPREENDEDORISMO

O consultor Edivan Carvalho nos envia uma colaboração sobre empreendedorismo. Na atividade turística existem dezenas de possibilidades de empreender, mas é necessário cautela e muita organização. Muitos se aventuram no setor, principalmente no setor de gastronomia, bares e hotéis. Teresina e Parnaíba são as cidades mais atraentes para investidores do setor, mas alguns outros municípios tem sido procurados, como Amarante que conta agora com o Lira Eco Park ( restaurante, parque e pousada ), e o Sam Hotel , inaugurado ano passado em Campo Maior.

EMPREENDEDORISMO

*Por Edivan Carvalho

O empreendedorismo tem sido muito festejado, estudado, está “na moda” e é muito útil à sociedade, principalmente na situação econômica do Brasil, mas, paradoxalmente, tem provocado muitas falências e decepções! No Brasil, as micro, pequenas e médias empresas (MPE) representam a maioria dos negócios responsáveis por geração de trabalho, tributos e inovação. No entanto, ainda é alta a mortalidade dessas empresas. Ao refletirmos sobre a temática, lembramos das provocações contidas no livro “SUA IDEIA VALE UM NEGÓCIO?”, de Michael E. Gerber, publicado pela Editora Gente em 2011, e resolvemos compartilhar aquelas ideias, a fim de auxiliar a enorme massa de pessoas embrenhadas em atividades produtivas e outras tantas que acham e ou querem ser empreendedoras. Gerber, um guru mundial do empreendedorismo, alerta de início que “um negócio existe apenas quando é percebido pelos outros”, ou seja, a razão de ser de uma empresa é satisfazer às necessidades, expectativas e preferências de quatro grupos: funcionários, clientes, fornecedores e sócios/instituições financeiras.

Outro aspecto presente na obra do autor é a necessária atenção ao mercado, tendo em vista a necessidade de, para ter sucesso, qualquer negócio deve oferecer mais do que seus concorrentes. É imprescindível advertir a quem se aventura em empreendedorismo sobre as cinco habilidades essenciais para um negócio: “concentração, diferenciação, organização, inovação e comunicação”. Para resolver um problema, Gerber sugere que respondamos: “O que nossos clientes, funcionários, fornecedores e financiadores gostariam que fizéssemos para eles que, atualmente, nem nossa empresa nem nossos concorrentes oferecem?”

Dos inúmeros ensinamentos extraídos da obra de Gerber, destacamos:

  1. Até mesmo boas ideias se transformam em ideias ruins com o tempo;
  2. Para a maioria dos negócios, as pessoas são um problema;
  3. Nenhuma boa resposta é definitiva;
  4. Poucos entendem o significado do dinheiro;
  5. Um negócio é algo vivo;
  6. Ideia precisa ser capaz de atrair o interesse e a atenção;
  7. Inovação é algo divertido, inteligente, leve, prazeroso;
  8. Nunca se obtém uma segunda chance para ter uma primeira impressão;
  9. Você tem de cuidar do dinheiro, diariamente;
  10. Empreender não é para covardes, fracos de coração e sentimentais.

Tendo em vista que as pessoas precisam ter um objetivo e sentir-se conectadas a algo maior que elas próprias, na conclusão Gerber enfatiza: “empreendimentos precisam buscar um ideal, implementá-lo de maneira significativa e assumir responsabilidade pelas condições do mundo em que se estabelece; das pessoas com as quais interage; de seus filhos e netos, enfim, da própria vida”.

EDIVAN CARVALHO

*EDIVAN CARVALHO, sócio da EB PARCERIAS

www.ebparcerias.com.br

Comentários