Estado investe na descentralização do atendimento à saúde

Dentro do programa de ampliação dos serviços, o Hospital Regional Tibério, Nunes, em Floriano foi contemplado com a implantação do sistema de telemedicina


Hospital Regional Tibério Nunes em Floriano

Hospital Regional Tibério Nunes em Floriano Foto: Portal Cidade Luz

Descentralizar serviços essenciais à população foi uma das metas do Governo do Estado para ampliar os aparelhos de saúde pública, fazendo chegar atendimento de média e alta complexidade em todas as microrregiões, beneficiando um maior contingente de pessoas e reduzindo número de transferências para capital.

Dentro do programa de ampliação dos serviços, o Hospital Regional Tibério, Nunes, no município de Floriano foi contemplado com a implantação do sistema de telemedicina, que permite aos pacientes das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) serem atendidos por profissionais do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, através de vídeo conferências.

O hospital também foi contemplado com um posto de coleta de leite humano e a implantação dos serviços de neurocirurgia e videolaparoscopia. As novas modalidades também foram expandidas para os hospitais regionais de Parnaíba e Luzilândia e Hospital da Polícia Militar, em Teresina.

“Também foram implantados atendimento de hemodiálise nas cidades de Piripiri e Oeiras; urgência cardiológica (cateterismo e implantação de stand), além da agência transfusional, em Parnaíba”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, enumerando ainda a criação de novos leitos em Parnaíba, Floriano, Picos, Corrente, Bom Jesus e Luzilândia e 14 novos leitos para obstetrícia em Esperantina.

Foram construídas também dois centros cirúrgicos em Floriano e Parnaíba, bem como duas unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Oeiras e São Raimundo Nonato.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: