Zé Santana articula liberação de verbas no Ministério da Integração

“Conversamos bastante sobre as necessidades de investimentos em nosso Estado”, resumiu


Reunião

Reunião Foto: juliana Santana

O senador Zé Santana (MDB-PI) iniciou as negociações com o governo federal para tentar assegurar recursos para o Estado. Entre a votações de vetos do presidente Michel Temer, as propostas já aprovadas pela Casa e a deliberação sobre a proposta orçamentária para 2019, Santana se encontrou com o ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua de Deus Andrade.

“Conversamos bastante sobre as necessidades de investimentos em nosso Estado”, resumiu o senador, logo após a audiência com o ministro que embora tenha feito carreira no Pará é piauiense de Campo Maior. Antônio de Pádua prometeu empenho pessoal para que sejam liberados recursos para obras de pavimentação prioritários para o Piauí.  “Quero aproveitar o tempo como senador para expor os problemas mais urgentes do Piauí”, disse. A ideia, segundo explicou, é percorrer a Esplanada, em busca de recursos.

Defesa do consumidor

O senador Zé Santana foi indicado pela Liderança do MDB para integrar a Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle (CTFC) do Senado. Em sua primeira reunião no colegiado, o parlamentar piauiense participou da discussão e votação de diversos projetos que tratam dos direitos dos consumidores.

Entre as matérias aprovadas, destacam-se o Projeto de Lei do Senado (PLS) 21/2017, que obriga varejistas a oferecerem balanças para consumidores conferirem peso dos produtos, e o PLS 17/2016, que reduz de cinco para dois dias o prazo para retirar nome de cliente de lista de inadimplentes após resolvidas as pendências.

Também foram aprovados o PLS 155/2018, que determina que empresas públicas sejam avaliadas anualmente, de acordo com os motivos da sua criação e o PLS 90/2012, que estabelece prazo para reclamações sobre produtos e serviços inadequados.

Fonte: Ascom Juliana Santana

Próxima notícia

Dê sua opinião: