Wellington cria grupo para acelerar licitações e obras no Estado

Técnicos vão usar tecnologia para agilizar o andamento dessas obras


Wellington Dias com Ricardo Pontes e Viviane Moura

Wellington Dias com Ricardo Pontes e Viviane Moura Foto: Jorge Bastos/CCom

Menos burocracia e mais agilidade na execução das obras no Estado. O governador Wellington Dias determinou, nessa segunda-feira (7), a criação de um grupo técnico a fim de estudar uma maneira de otimizar os processos do estado. Segundo o secretário de Administração e Previdência, Ricardo Pontes, uma das medidas a serem adotadas será a utilização de alternativas tecnológicas. 

De acordo com Wellington Dias, a iniciativa será crucial para várias áreas no estado. "Organizei o grupo de trabalho e em trinta dias eles devem apresentar um resultado. O objetivo é reduzir burocracia. Não é aceitável o tempo que se perde pra realizar uma obra. Nesse sentido, quero criar um manual de procedimentos para a realização de obras, compras, concursos, etc. O objetivo é prestar os serviços do estado com mais eficiência e fazer o estado crescer", afirmou.

"Estamos com um grupo técnico específico trabalhando algumas soluções visando a desburocratização, a melhoria do fluxo, agilidade e mais qualidade para os serviços prestados nos órgãos. Vamos começar pela secretaria de Administração, que é o órgão central do estado na área de compras, licitação e contratações. Estamos revendo o fluxo e o caminho a percorrer do processo, para que a gente possa melhorar isto, dar mais agilidade a fim de ganharmos tempo e reduzir a burocracia do estado", explicou. 

Segundo Pontes, uma das alternativas que estão sendo vistas é a adequação do sistema legal, que passa por alterações de decreto e leis, se for o caso. Os técnicos apontaram ainda que há a necessidade de melhorar os sistemas operacionais. "O que a gente percebe é que o estado tem que se modernizar. Temos que buscar sistemas, alternativas tecnológicas, de tecnologia da informação, para aí sim, reduzirmos todo esse movimento que tem hoje onde um processo é encaminhado de um órgão para outro, de uma mesa para a outra. Então, com o sistema automatizado, vamos conseguir dar um passo maior visando a desburocratização e agilidade dos processos no estado do piauí", 

Fonte: CCom

Próxima notícia

Dê sua opinião: