VIDEOS

Telegram diz que não há evidências de ataque de hacker no aplicativo de Moro e Dallagnol

A informação foi comentando logo depois nas redes sociais do deputado federal Henrique Fontana (PT/RG)


Sérgio Moro

Sérgio Moro Foto: AFP

Telegram diz que não há evidências de ataque de hacker no aplicativo de Moro e Dallagnol

O aplicativo de mensagens Telegram disse nesta terça-feita (11) que não há evidências de que tenha havido invasão por hacker das contas do aplicativo do ex-juiz Sergio Moro e do chefe da Lava Jato no Paraná, procurador Detran Dallagnol e integrantes da força-tarefa do MPF.

A informação foi comentando logo depois nas redes sociais do deputado federal Henrique Fontana (PT/RG). Ele deixa transparecer que a estória de Moro e Dallagnol seja mais um farsa pra desqualificar o conteúdo das reportagens do site Intercept Brasil, que publicou conversas entre o procurador e o então juiz.

Eles disseram na imprensa que seus telefones foram invadidos por hackers e de que dados de suas redes teriam sido copiados para ser mais uma forma encontrada pelo chefe da Operação Lava Jato em Curitiba, procurador da República, Detran Dallagnol do ex-juiz Moro, agora ministro da Justiça de Jair Bolsonaro.

Parlamentares de partidos de oposição seguem a tese de Fontana. Dizem que a ideia de Moro e Dallagnol e tentar colocar suspeitas e desqualificar o conteúdo bombástico das suas conversas com o então juíz Sérgio Moro para planejar a condenação do ex-presidente Lula, confirmo publicou o Intercept Brasil.

Fonte: Piaui Hoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: