CORONAVÍRUS

População não poderá assistir sessões na Câmara nem na Assembleia Legislativa

Restrição visa conter aglomeração de pessoas e consequente propagação do Coronavírus


Plenário da Assembleia Legislativa do Piauí

Plenário da Assembleia Legislativa do Piauí Foto: Divulgação/Alepi

A Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) e Câmara municipal de Teresina (CMT) irão divulgar portaria restringindo o acesso da população às sessões das duas Casas Legislativas, seguindo orientação das instituições de Saúde para combater a proliferação do Coronavírus no Estado. A restrição terá duração inicial de 15 dias e atividades como sessões solenes e audiências públicas desde já estão suspensas.

Jeová Alencar, presidente da CMT, estará reunido com a mesa diretora da Casa Legislativa nesta tarde para definir as principais medidas a serem tomadas.

"Essa preocupação é mundial, hoje estarei reunido com a mesa para que possamos traçar medidas de proteção naquela Casa, acho que todo mundo tem que buscar se precaver e se proteger para que se evite uma propagação grande no Piauí e em Teresina. Vamos ter de evitar que nesses próximos 15 ou 20 dias as pessoas possam is assistir às sessões, que vejam pela internet, no youtube, no seu computador, no seu celular ou através das redes sociais. Funcionários da Câmara que tenham 60 anos, que possam ficar em casa e fazer seu trabalho em casa. Amanhã vamos reunir a Comissão de Saúde da Câmara também para que possa estar nos ajudando a criar mecanismos para evitar algum tipo de contágio na CMT", informou.

Já o presidente da Alepi, deputado Themístocles Filho, estará reunido com médicos, Secretária de Estado da Saúde para emitir portaria de restrição ao acesso ao parlamento estadual.

"Estamos conversando com todos os deputados da Casa para tomarmos medidas, o ato está sendo preparado, vamos ouvir médicos, SESAPI, por exemplo, sessão solene está suspensa, audiências públicas suspensas, estou dizendo o que já está definido. No decorrer da tarde de hoje, com a conversa com o Secretário de Saúde e outros médicos, vamos tomar mais medidas para a Casa. Estamos olhando também medidas adotadas em outras Assembleias do país, o cidadão pode assistir a sessão da Assembleia da sua residência, nós temos TV, Rádio, meios de comunicação para qualquer cidadão. Inicialmente as sessões plenárias estão mantidas, reduzindo o número de pessoas que vão entrar no plenário, isso é um ato de cautela e será informado a todos", comentou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: