PREVIDÊNCIA

PiauiPrev e TCE-PI discutem detalhes da implantação da Previdência Complementar

A PrevNordeste-Piauí entra na fase final de implantação com a adesão dos Poderes e órgãos auxiliares


Ricardo Pontes e Marcos Steiner com Abelardo Vilanova no TCE-PI

Ricardo Pontes e Marcos Steiner com Abelardo Vilanova no TCE-PI Foto: Paulo Pincel/Piauihoje.com


Como fizeram com os outros poderes, o presidente da Fundação Piauí Previdência, Ricardo Pontes, e o diretor técnico Marcos Steiner Mesquita, estiveram com o conselheiro Abelardo Vilanova e assessores, na manhã desta quarta-feira (19), no gabinete da presidência do Tribunal de Contas do Estado, para reafirmar a pareceria da PiauiPrev com o TCE-PI e informar sobre a implementação da Previdência Complementar, que entrou na fase final de assinatura de adesão com os Poderes e órgãos auxiliares.

Durante a reunião, o conselheiro Abelardo Vilanova sugeriu a realização de encontro com todos os representantes dos Poderes e órgãos auxiliares para a oficialização da adesão do Piauí, como um todo, à PreviNordeste, até como forma de dar transparência e segurança aos servidores públicos do Estado.

A sugestão do presidente do TCE-PI, de reunir os Poderes para dar mais legitimidade e segurança ao ato da adesão do Piauí à PrevNordeste, já havia sido discutida em reunião anterior do presidente da PiauiPrev com o governador Wellington Dias, no Palácio de Karnak.

Assinatura

Logo em seguida à audiência no TCE-PI, Ricardo Pontes e Marcos Steiner foram à sede (provisória) da Defensoria Pública do Estado, para a assinatura, pelo defensor público-geral do Estado do Piauí, Erisvaldo Marques dos Reis, do termo de adesão da Defensoria Pública do Estado ao Plano de Previdência Complementar PrevNordeste - Piauí, implementado no Piauí pelo convênio com a Fundação de Previdência Complementar do Estado da Bahia – PrevBahia.

A Defensoria Pública do Estado se soma ao Tribunal de Contas, à Assembleia Legislativa e ao Executivo que já aderiram à PrevNordeste – Piauí.



Fonte: PiauiPrev

Próxima notícia

Dê sua opinião: