DEBATE

Deputado Limma rebate críticas da oposição sobre alienação de imóveis

Francisco Limma defendeu a proposta do governo que quer negociar esses bens


Deputada estadual Francisco Limma (PT)

Deputada estadual Francisco Limma (PT) Foto: Paulo Pincel/PH

O líder do Governo, deputado Francisco Limma, defendeu o "bom debate" entre governo e oposição. Foi uma resposta ao discurso da vice-líder da oposição, deputada Teresa Britto, que tem ocupado a tribunal em todas as sessões da Assembleia Legislativa. A deputada vem falando até três vezes na mesma sessão: no tempo de 2 minutos destinados aos pequenos avisos, durante o grande expediente, quando acontecem os pronunciamentos e depois das falas dos governistas, solicitando o tempo de liderança. 

 “Eu acho que o papel desta Assembleia é de fazer o bom debate. Não é quem é Governo, passar por cima de oposição e nem a oposição achar que tudo o que o Governo faz está errado. Todo e qualquer debate,  é importante”.

Limma defendeu o projeto de lei do Executivo que prevê a alienação de imóveis, alvo de críticas da deputada. “É isso o que a lei estabelece e é preciso que as pessoas tomem conhecimento dos fatos e não ficar confundindo alho com bugalho. Nós precisamos ter muita maturidade, responsabilidade do debate que vamos fazer. Dizer que a alienação de qualquer bem, o dinheiro vai sair pelo ralo, isso não é de bom tamanho. O Estado tem um deficit com a Previdência de mais de  um bilhão de reais por ano. A maioria das alienações de móveis do Estado se volta para ajudar exatamente a cobrir esse deficit da Previdência. Foi para isso que foi criado o Fundo Previdenciário”, explicou.

“Todos nós sabemos fazer a defesa e preservar os interesses maiores do estado do Piauí, independente de ser Governo. Muitas vezes as medidas são tomadas, para criar fatos políticos, em narrativas e até pra impedir que o Estado encontre soluções”, reforçou o deputado, acrescentando que parte do princípio de que todos, Governo e oposição, têm um compromisso com a sociedade e que vale a pena fazer um bom debate", defendeu o orador.

Fonte: Alepi

Próxima notícia

Dê sua opinião: