REUNIÕES

Inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência ainda indefinida

Rodrigo Maia ouviu a sugestão dos estados, vai ouvir os líderes dos partidos e de novo os governadores


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) Foto: J.Batista/Câmara dos Deputados

O acordo para que estados e municípios sejam reincluídos na proposta de reforma da Previdência ainda está longe de ser definido.  Uma reunião de líderes e uma nova reunião dos governadores com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) vai tentar concluir o acordo. 

“Governadores colocaram o que era relevante para eles, eu coloquei aquilo que pode ser construído. Vou conversar com os líderes depois do almoço, depois volto a conversar com os governadores e vejo se encontro um denominador comum”, adiantou Maia, que havia participado da reunião dos governadores na manhã desta quarta-feira (26) para tentar chegar a um consenso sobre a proposta que deve ser votada na Câmara até a semana que vem. "Pode ser votada na quinta, na terça que vem. Dois ou três dias de atraso por conta de um bom acordo, vale muito mais o bom acordo”, defendeu Rodrigo Maia.

A participação de estados e municípios na reforma da Previdência é fundamental para mostrar à sociedade otimismo e responsabilidade para recuperar as contas públicas e a credibilidade do País.

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann, argumenta que a população está cobrando a reforma. "A gente não tem dúvidas de nada. Qual a lógica de não votar nesta semana na comissão?”,  questionou.

Fonte: Câmara dos Deputados

Próxima notícia

Dê sua opinião: