Firmino propõe reajuste de 4,17% para professores

A proposta foi encaminhada à Câmara Municipal de Teresina


Prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB)

Prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) Foto: Rômulo Piauilino

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, encaminhou hoje (05) para a Câmara Municipal de Teresina (CMT) o Projeto de Lei Complementar que garante o reajuste salarial de 4,17% para os professores de Primeiro e Segundo Ciclos e Pedagogo da Rede Municipal de Ensino. O projeto tem efeito retroativo a 1º de janeiro de 2019. 

“O reajuste representa um aumento real nos salários dos docentes, uma vez que está acima da inflação deste ano, que é de 4,01%. Além disso, esse reajuste demonstra a  prioridade da nossa gestão com a educação. Desenvolvemos uma política de ensino que valoriza o profissional do magistério, definindo uma remuneração que confere dignidade e respeito”, ressalta Firmino Filho. 

O reajuste está em consonância com a Lei Federal nº 11.738, de 16.07.2008 (Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica), e com a Lei Municipal nº 2.972, de 17.01.2001 (Estatuto e o Plano de Cargos e Salários do Magistério Público da Rede de Ensino do Município de Teresina). 

O Projeto segue para apreciação e votação na Câmara de Teresina. Tão logo seja aprovado, os professores receberão os valores reajustados no próximo contracheque com o retroativo ao dia 1º de janeiro de 2019.

Fonte: PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: