João Vicente Claudino retorna ao PMDB para disputar governo em 2018

João Vicente foi recebido, hoje (11), com festa pelo presidente Themístocles Filho


Themístocles Filho cumprimenta João Vicente Claudino

Themístocles Filho cumprimenta João Vicente Claudino Foto: Nayane Miranda/Alepi

O que era articulação, uma possibilidade, agora é fato. O ex-senador João Vicente Claudino vai retornar ao PMDB, depois de deixar o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), do senador Elmano Ferrer, ainda em abril deste ano. O ex-senador se disse à disposição do partido para uma eventual disputa ao governo em 2018.

E justificou seu retorno ao PMDB pela força do partido e pelas lideranças que compõem a sigla.  “Pelas lideranças que estão a frente do partido, pelo compromisso que o partido tem com o estado, com o país e com as pessoas que construíram a democracia brasileira”.

Depois de ir a Brasília na terça-feira passada (9), para conversar com lideranças nacionais do partido, como o próprio presidente interino, Michel Temer, João Vicente foi recebido, hoje (11), com festa no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, pela maioria dos deputados peemedebistas.

Deputados estaduais com o ex-senador João Vicente Claudino

"É um cidadão , já foi senador, candidato governador e secretário de Estado. É uma figura que tem expressão na vida política no nosso estado e do nosso país. É uma pessoa importante para o PMDB”, comemorou Themístocles Filho, que tem sido responsável pelo crescimento e fortalecimento do partido em todo o Piauí.

Themísocles Filho foi o principal articulador da aliança com o PSDB, do prefeito Firmino Filho, e da indicação do candidato a vice-prefeito de Teresina, Luiz Júnior, ex-reitor da UFPI.

"Toda filiação e importante e se recebe o cidadão com muito carinho. Isso é natural”, minimizou o presidente Themístocles Filho, ao falar sobre a volta de João Vicente ao partido. “o João Vicvente chega sem fazer exigências, sem pedir nada, como um soldado do PMDB", comentou o deputado João Mádison, amigo do ex-senador, também presente à reunião no gabiente do presidente da Assembleia Legislativa.

“Militamos na política há muito tempo e construímos, não só na nossa atuação política, uma vida partidária e um trabalho pelo Piauí. Acredito que o trabalho que nós desenvolvemos foi bem avaliado e em defesa do estado e isso faz com que nos credencie não só tendo desejo para permanecer na vida pública como buscar agremiações políticas que possuem o mesmo sentimento”, argumentou João Vicente Claudino, sobre a sua filiação ao PMDB.

Themístocles Filho com João Vicente ClaudinoThemístocles Filho com João Vicente ClaudinoFoto: Nayane Miranda/Alepi

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: