Estado não pode incorporar servidores da Cepisa

A informação foi do secretário de Estado da Administração e Previdência, Ricardo Pontes


Secretário de Administração, Ricardo Pontes

Secretário de Administração, Ricardo Pontes Foto: Paulo Pincel

O secretário de Estado da Administração e Previdência, Ricardo Pontes, descartou nesta terça-feira (19), qualquer possibilidade de convocação dos servidores demitidos pela Cepisa Equatorial.

Ricardo Pontes se referia ao protesto realizado na entrada da Assembleia Legislativa por um grupo de manfestantes que cobravam o remanejamento de servidores para evitar a demissão de mais gente na empresa.

Ali ao lado, no Plenarinho da Alepi, uma audiência pública ouvia a direção da Cepisa sobre essas demissões, que já somam mais de 700 funcionários, 600 deles pelo Programa de Demissão Voluntária. 

Ricardo Pontes alegou a dificuldade financeira, embora a lei estabeleça a vedação ao Executivo de incorporar funcionários da iniciativa privada, como é o caso.

"Acredito que não seja possível. Essa discussão não chegou no poder Executivo. Sabemos da dificuldade financeira que o Estado vem passando. Esse é um tema que não está ainda na discussão. Acredito que de forma legal não seja possível, pois são funcionários de uma empresa", disse Pontes em entrevista.

Na manhã  

Fonte: CCom

Próxima notícia

Dê sua opinião: