Blog do Brandão
FUNERAIS

Enterro de Assis Carvalho será nesta segunda-feira, às 11 horas, em Oeiras

Velório e sepultamento seguem as orientações das autoridades de saúde contra a pandemia do novo coronavírus


Deputado Assis Carvalho na Câmara Federal

Deputado Assis Carvalho na Câmara Federal Foto: Lula Marques/ PT na Câmara

O corpo do deputado federal Assis Carvalho, do PT, será sepultaso às 11 horas, no  Correntino, o sítio da família, na Zona Rural de Oeiras. O governador Wellington Dias e a presidente nacional do PT, deputada federal Gleise Hoffman vão para o velório e sepultamento.

De acordo com a assessoria do parlamentar,  a família, seguindo recomendações das autoridades para evitar aglomerações devido à pandemia do novo coronavírus, as cerimônias de despedida e sepultamento serão restritas.

Neste domingo à noite, conforme nota da assessoria, o velório será restrito para a família na casa dele, no Correntinho, zona rural de Oeiras. "Amanhã, segunda-feira, de 7h às 9h, o corpo será velado na Funerária Vida Nova, em cerimônia aberta, obedecendo rigorosas regras de distanciamento social e higiene", diz a nota.

Várias autoridades devem comparecer ao velório. O corpo será sepultado por volta das 11 horas em cerimônia restrita aos familiares.

Repercussão

A notícia da morte do deputado Assis Carvalho repercutir imediatamente. O governador Wellington Dias foi um dos primeiros a saber e ficou chocado. Eram amigos, colegas de trabalho e velhos companheiros na atividade política desde os tempos de sindicalismo.

Abalado com a notícia, Wellington ligou imediatamente para se solidarizar com a família do amigo. Em seguida lançou uma nota de pesar e decretou luto oficial de três no estado.

Lula e Assis no Congresso Nacional do PT 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou suas redes sociais para lamentar morte do deputado. Lula enviou condolências à família, aos amigos e aos companheiros de partido,  destacando que Assis Carvalho foi um "amigo de toda a vida".

A bancada do PT na Câmara e os diretórios Nacional e estaduais do PT de todo o Brasil lançaram notas de pesar enaltecendo o trabalho do deputado piauiense no parlamento em defesa dos interesses dos trabalhadores. Assis era o presidente do partido no Piauí.

Prefeitos, vereadores, lideranças políticas de todo o estado e os companheiros de todas as correntes internas do PT lamentaram a morte de parlamentar. Foi um choque geral, conforme centenas de mensagens nos grupos de wathsapp e redes de petistas e líderes de esquerda no Piauí.

Quem é Assis Carvalho

Francisco de Assis Carvalho Gonçalves nasceu no interior de Oeiras, em 9 de setembro de 1961. Começou a estudar aos 10 anos de idade. Mudou-se para Teresina e morou na Casa do Estudante para poder concluir os estudos. Trabalhou como vendedor, auxiliar, gerente de lojas volantes, até entrar como bancário concursado na Caixa Econômica Federal, em 1980. Formou-se em Letras pela Universidade Federal do Piauí. Era casado, tinha três filhos e um neto.

Deputado federal de terceiro mandato, tinha atuação parlamentar focada na redução das desigualdades sociais por meio da Agricultura Familiar, Saúde e Justiça Fiscal. E coordenou a bancada federal do Piauí em 2016.

Filiado desde a fundação do PT em Oeiras, exercia o segundo mandato de presidente estadual do PT Piauí. Iniciou a militância como sindicalista. Foi dirigente da Confederação e do Sindicato dos Bancários e presidente da Associação do Pessoal da Caixa, protagonizando a luta contra privatizações de bancos públicos nos governos FHC. Nos anos 90, liderou o movimento pela democratização da comunicação, contribuindo na instalação de rádios comunitárias e presidindo a Associação no Piauí.

A vice-governadora Regina Sousa e Assis

Parlamentar influente e articulado. Foi eleito deputado estadual em 2006 e aprovou projetos como o Código de Saúde do Piauí.  Gestor eficiente e premiado da Secretaria da Saúde (modernizou hospitais e descentralizou a saúde, reduziu a dengue em mais de 60%, conquistou prêmios nacionais e internacionais como o da produção de plasma); Detran (informatizou e ampliou o atendimento, realizou campanhas educativas e promoveu a moralização do órgão, colocando o Detran como segundo no ranking brasileiro) e Agespisa (com modernização do tratamento e distribuição de água).

O Deputado Federal

Militante da democracia, justiça e direitos dos trabalhadores, destacou-se nas lutas contra o Golpe de 2016 que tirou Dilma da presidência e contra todos os retrocessos como a privatização de empresas públicas, a venda do pré-sal, o congelamento dos investimentos sociais por 20 anos, a reforma da previdência e a reforma trabalhista. Lutou contra a prisão política de Lula com o movimento Lula Livre.

Autor de proposições na Câmara, contribuiu decisivamente para aprovação das Emendas Constitucionais 89 (recursos para irrigação) e 87 (partilha de ICMS do comércio eletrônico entre os estados). Ele tem numerosos projetos com destaque para reduzir o tempo para saque de FGTS por trabalhadores, tributar grandes fortunas e veículos de luxo para gerar recursos para a previdência, descriminalização de comunicadores e rádios comunitárias.

Mais recentemente, apresentou projetos, emendas e requerimentos e lutou por proposições que garantissem proteção social e direitos aos brasileiros, especialmente às famílias mais vulneráveis afetadas pela pandemia.

Parlamentar parceiro dos municípios, destinou emendas e articulou recursos para obras e ações como academias da saúde, ambulâncias, custeio, construção de unidades básicas de saúde, implantação de UTIs, construção de hospitais como a nova maternidade de Teresina e o Centro de Referência Médica de Picos, equipamentos para hospitais, centro de parto normal; articulação de programas itinerantes de prevenção ao câncer de mama, mutirões de cirurgias, para atendimento a pessoas com deficiência; construção e equipamento de Unidade de Pronto Atendimento (UPA); articulação para descentralização do tratamento de câncer; abastecimento dágua; asfalto e calçamento de ruas, estradas, construção de sede da UESPI, ônibus e laboratórios para UESPI, articulação para implantação de cursos de medicina em municípios, recursos para fomento de assentamentos, Kit de máquinas para agricultura familiar, kits de Irrigação, apoio a acesso a projetos de moradia na zona rural, apoio a festivais de cultura, restauração de prédios históricos, apoio a processos para homologação de rádios comunitárias, construção de áreas turísticas, praças, dentre outros.

(*) Por Luiz Brandão com informações da assessoria do parlamentar 

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Luiz Brandão

Luiz Brandão

Luiz Brandão é jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí. Está na profissão há mais de 35 anos. Já trabalhou em rádios, TVs e jornais. Foi repórter das rádios Difusora, Poty e das TVs Timon, Antares e Meio Norte. Também foi repórter dos jornais O Dia, Jornal da Manhã, O Estado, Diário do Povo e Correio do Piauí. Foi editor chefe dos jornais Correio do Piauí, O Estado e Diário do Povo. Atualmente é diretor de jornalismo do portal www.piauihoje.com

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete