Marina Santos

Coronavírus: em Brasília, deputada piauiense opta por trabalhar em casa

Parlamentar Marina Santos afirmou ainda que nesta terça-feira (17), estará na Câmara votando projetos sobre o Coronavírus


Deputada federal Marina Santos

Deputada federal Marina Santos Foto: Reprodução/Instagram

A deputada federal do Piauí pelo SOLIDARIEDADE, Marina Santos, falou que nesta segunda-feira (16) optou por trabalhar em casa, mas confirmou que amanhã (17) estará na Câmara Federal, inclusive, votando projetos sobre medidas para o combate ao Coronavírus no Brasil.

“Hoje decidi ficar em casa, mas amanhã sim, vou até o plenário porque teremos votações importantes relacionadas ao Coronavírus, então estaremos presente sim nessas votações e acho que foi uma medida muito importante, é uma medida necessária para a Câmara Federal, porque vocês que ficam olhando de fora não sabem como é o ambiente. O plenário é um ambiente fechado, com refrigeração onde ficam em torno de 800 pessoas lá dentro, então imaginem 800 pessoas em um só ambiente respirando aquele mesmo ar, é realmente um ambiente de proliferação, de espalhar o vírus para os outros.

Na semana passada, liminar provisória do Supremo Tribunal Federal concedeu liminar para que a licença-maternidade para mães e bebês prematuros só passe a contar após a alta da mãe ou da criança, sendo considerado o que sair por último.

“A gente pensou que esse vínculo afetivo entre mãe e filho fica prejudicado quando tem alguma intercorrência tanto com o bebê quanto com a mãe. Imagina, o prematuro nasceu, passa três meses na incubadora, hospitalizado, onde a mãe tem um contato mínimo com a criança, mas fica contando a licença maternidade dela. Quando o bebê tem alta, o convívio vai ser muito pouco, então a gente pediu e o ministro [Edson Fachin] acatou é que a licença maternidade seja contada a partir da licença maternidade da mãe ou do bebê, quem for por último, dessa maneira se tem uma justiça e um vínculo afetivo maior”, explicou.

A decisão ainda não é definitiva e a parlamentar disse que irá visitar os ministros do STF para a próxima votação visando sensibilizá-los.

Matéria relacionada

Projetos de deputadas federais do Piauí avançam na Câmara Federal

Próxima notícia

Dê sua opinião: