Conselho Gestor das PPPs aprova projeto do Hospital Infantojuvenil

Novo hospital estadual vai atender crianças e jovens até 18 anos


Apresentação do projeto do novo hospital infantojuvenil

Apresentação do projeto do novo hospital infantojuvenil Foto: Jorge Bastos/CCom

O Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas aprovou a implantação do novo Hospital Infantojuvenil do Piauí. O projeto foi apresentado, nesta segunda-feira (14), pela Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) e substituirá o atual Hospital Infantil, passando a atender jovens de até 18 anos de idade.

A Parceria Público-Privada para a construção, operação e manutenção do novo Hospital Infantil prevê a implantação de uma nova infraestrutura para o atendimento hospitalar de crianças e adolescentes do estado do Piauí. Dessa forma, o hospital passaria a ser Infantojuvenil, o primeiro nessa modalidade em todo o estado. A ideia é de que a concessionária forneça todo o corpo de serviços não-assistenciais (os chamados bata cinza) e deixe a cargo do Estado os serviços assistenciais referente ao corpo clínico do hospital (bata branca).

O Hospital Infanto Juvenil nos moldes da PPP sai de 86 para 218 leitos em um novo edifício com heliponto, biblioteca, sala de aula (incluindo sala para acompanhamento escolar), auditório, brinquedoteca, lanchonete, solário, dentre outros, com previsão de parceria com duração de 20 anos. Com o novo hospital, 316 empregos diretos serão gerados e a despesa pública será reduzida.

Segundo Wellington Dias, ampliar e melhorar as condições de trabalho e atendimento à população é a finalidade. "O que vai mudar é a infraestrutura e a forma de gestão administrativa. Essa etapa de contratação depende de organizar a perspectiva de planejamento com relação ao orçamento do Estado para que possamos atender de forma efetiva e eficiente a população que é assistida pelo hospital", explicou o governador.

Com a aprovação pelo Conselho Gestor, o próximo passo é submeter o projeto a diálogo público e licitação. "A PPP do hospital demanda, asssim como as outras, o que chamamos de diálogo com a sociedade. É importante que levemos o modelo e o que vai ser estruturado para tratar com o Conselho de Medicina, Ministério Público e várias entidades ligadas a esse segmento. O que vier de contribuição ajuda a melhorar o projeto e a ideia do governador é passar para a segunda fase, que é a de licitação, depois que avaliarmos a adequação de acordo com a posição das equipes de profissionais", disse a superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura.

Outros projetos de PPPs

Além do Hospital Infantojuvenil, outros quatro projetos foram apresentados pela Suparc: modernização, operação, manutenção e exploração do Terminal Turístico de Barra Grande; criação do Centro Estadual de Biotecnologia; desmobilização de ativos; reforma e revitalização do Zoobotânico.

Também foram apresentadas a prestação de contas dos projetos já contratados de reforma da rodoviária, da Nova Ceasa e da Águas de Teresina.

Programa Parceria para o Futuro

Durante a reunião com o Conselho Gestor de PPPs, foi assinado o termo de cooperação entre as concessionárias e Universidade Estadual do Piauí (Uespi), lançando o Programa Parceria para o Futuro, que visa integrar a academia por meio dos estudantes, dando a eles oportunidades para que possam trabalhar e utilizar a infraestrutura dos projetos de PPPs para laboratório prático e desenvolvimento acadêmico e profissional. O projeto disponibilizará cerca de 5 mil vagas para estágio.

Plínio Clêrton, Regina Sousa e Wellington Dias
Plínio Clêrton, Regina Sousa e Wellington Dias                                      
  [Foto: Jorge Bastos/CCom]

 

Fonte: CCom

Próxima notícia

Dê sua opinião: