Conselho de Gestão vai decidir sobre contratação de servidores

A ordem é cortar os “excessos” de gastos, inclusive com a contratação de pessoal


Wellington Dias com Ricardo Pontes e Viviane Moura

Wellington Dias com Ricardo Pontes e Viviane Moura Foto: Jorge Bastos/CCom

O secretário de Estado da Administração e Previdência, Ricardo Pontes, adiantou detalhes da reunião com o governador Wellington Dias, na manhã desta quarta-feira (2), no Palácio de Karnak. O governo vai rever todos os contratos com fornecedores e prestadores de serviços neste começo de janeiro. A ordem é cortar os “excessos” de gastos, inclusive com a contratação de pessoal, efetivo, terceirizados e prestadores de serviços.

“Estamos tomando algumas medidas. São medidas que ao longo dos dias vamos continuar sentando e discutindo. O que discutimos agora é em relação a folha de pagamento que nosso maior ítem de despesa. Estamos concentrando na Secretaria de Administração, onde temos o Conselho de Gestão de Pessoas, todo e qualquer tipo de contratação de pessoal, seja terceirizado, seja para novos concursos, promoções e progressões. Porque hoje as secretarias tem autonomia para fazer as contratações, cada secretário faz seus contratos. Vamos agora centralizar e ter um parecer do Conselho de Gestão de Pessoas para qualquer tipo de novas contratações", avisou Ricardo Pontes. 

“Vamos rever também as condições especiais de trabalho que foram concedidas ao longo desses quatro anos. É preciso zerar e voltar a analisar cada situação caso a caso”, acrescentou.

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: