FISCALIZAÇÃO

Câmara barra informações sobre incentivos da PMT a empresa do Grupo Claudino

O requerimento foi apresentado à Câmara pelo vereador Eriberto Borges, o "Dudú, do PT"


Teresina Shopping

Teresina Shopping Foto: Facebook

Vereadores da base de apoio ao prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), barraram na quinta-feira (13), requerimento que pedia informações à Prefeitura sobre valores referentes a incentivos concedidos ao Teresina Shopping, através do Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU, nos últimos cinco anos.

O requerimento foi apresentado à Câmara pelo vereador Eriberto Borges, o "Dudú, do PT". O Teresina Shopping é uma das várias empresas do Grupo Claudino, comandado pelo renomado empresário João Claudino Fernandes. Vereadores ligados ao prefeito entendem que a empresa gera dividendos à cidade e, por isso rejeitaram o pedido de informações do petista.

Dudú disse que também considerada a empresa importante para a cidade. Segundo ele, a intenção é verificar na Prefeitura se a política de incentivos fiscais do município a grandes empresas  está dando bons resultados aos teresinenses. "Eu sou a favor de incentivos para gerar emprego e renda".

Mas a queixa do petista é em relação à fiscalização e a "perseguição" aos pequenos comerciantes e ambulantes. Para ele, a Prefeitura é rígida com os "pequenos e os pobres" mas é leniente com o "grandes e ricos".

O vereador gravou um vídeo comentado e criticando a rejeição do requerimento. Ele diz que, apesar disso, vai continuar buscando as informações porque a "população tem o direito de saber sobre a aplicação do dinheiro público", disse.

A SEGUIR O VÍDEO DO VEREADOR DUDÚ:


Fonte: Piaui Hoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: