Deputados aprovam repúdio contra a fusão de bancos públicos

A moção foi proposta pelo deputado estadual Francisco Limma (PT)


Deputado estadual Francisco Limma (PT)

Deputado estadual Francisco Limma (PT) Foto: Paulo Pincel

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade, nesta terça-feira (9), a Moção de Repúdio, proposta pelo líder do Governo, deputado estadual Francisco Limma (PT), contra a fusão dos Bancos do Nordeste, BNDES e Banco da Amazônia, como prertende o governo Bolsonaro. A fusão foi sinalizada pelo Ministério da Economia, Paulo Guedes.

"O Banco do Nordeste tem sido fundamental nos investimentos e desenvolvimento dos pequenos produtores e empresários da nossa região. Ao fundir os bancos, o Governo Federal não está levando em consideração as diferenças nas regiões do país", lamentou o deputado, em discurso na Assembleia.

Francisco Limma disse ainda que o parlamento piauiense não pode se omitir em casos como esse, que põe em risco o desenvolvimento não só do Piauí, mas também de toda a região Nordeste.

"Não podemos ser omissos nesta situação e defendemos que, enquanto houver desigualdades regionais, essas instituições têm que existir de forma que diminuam tais desigualdades. O BNDES, por exemplo, sempre priorizou a região Sul, e nós, nordestinos, temos que defender essa política diferenciada para que o Nordeste se aproxime cada vez mais dos índices de desenvolvimento", concluiu Limma.

Fonte: R2

Próxima notícia

Dê sua opinião: