Lula afirma em carta a jornalista que vai falar pela voz de Haddad

"Acharam que me isolando aqui, me calariam, mas eu falarei pela voz do Haddad"


Luiz Inácio Lula da Silva

Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reafirmou nesta segunda-feira, 13, que segue candidato à Presidência da República. Em carta enviada ao jornalista Luiz Viana, da Rádio O Povo/CBN, Lula disse ainda ter certeza que cearenses não votarão em partidos que já estiveram no Planalto e que “nada trabalharam” pelo progresso do Nordeste.

“Tenho certeza que os cearenses passarão longe dos partidos que há anos têm falado mal dos nordestinos e que, quando estiveram no poder, nada trabalharam pelo progresso dessa região”, disse, em referência indireta aos governos do PSDB.

Dizendo acreditar que seu legado é carregado hoje por “brasileiros como Fernando Haddad (ex-prefeito de São Paulo) e Camilo Santana (governador do Ceará)”, Lula disse ainda que espera voltar ao Ceará para visitar obra da Transposição do rio São Francisco.


Veja na ìntegra a carta: 

Meu caro Luiz Viana,

Como você bem sabe há mais de 120 dias me encarceraram na sede da Polícia Federal em Curitiba sem provas e com um único objetivo: me tirar das eleições presidenciais. Então aproveito essa linha direta com você para mandar um recado ao povo do Ceará. Sou candidato sim à Presidência da República.

Os últimos dias foram de muitas angústia e também de vitória. Nosso aliado histórico, o PCdoB, vai conosco nesta que será a eleição mais disputada dos últimos tempos. Acharam que me isolando aqui, me calariam, mas eu falarei pela voz do companheiro Fernando Haddad e da companheira Manuela Dávila. Que irão viajar o Brasil dizendo o que estamos propondo para consertar tudo que o golpe desarrumou neste país.

Espero estar em breve no Ceará, com meu amigo Camilo Santana, e no seu programa em uma nova entrevista assim que a justiça for feita e eu deixe de ser um preso político.

Tenho certeza e muita esperança de que podemos reconstruir o Brasil e voltar a ter uma nação soberana. Isso é o que me anima a seguir de cabeça erguida.

Um abraço fraterno,

Luiz Inácio Lula da Silva

Fonte: O Povo

Próxima notícia

Dê sua opinião: