Bolsonaro pede foco na reforma e pacificação no Congresso

A ordem é foco total no Congresso para tentar viabilizar a proposta da reforma da Previdência


Bolsonaro com Onyx Lorenzoni e Luis Fernando Serra

Bolsonaro com Onyx Lorenzoni e Luis Fernando Serra Foto: Marcos Correa/PR

Em reunião com ministros na manhã desta segunda-feira, 25, o presidente Jair Bolsonaro recomendou foco total esta semana para tentar viabilizar a proposta da reforma da Previdência, que enfrenta resistência no Congresso e é vista como o principal projeto do governo nos primeiros meses da administração.

Após divergências públicas com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Bolsonaro também recomendou que os ministros busquem “pacificação” com a Casa, segundo auxiliares. Não se falou, no entanto, sobre um possível encontro entre Bolsonaro e o deputado, hipótese que chegou a ser ventilada na semana passada.

Bolsonaro e os ministros também discutiram no encontro a possibilidade de uma nova greve dos caminhoneiros no País, que, segundo assessores, é “monitorada com atenção”. Como mostrou o Estado, o governo acompanha as primeiras movimentações de caminhoneiros. A classe entende que os principais compromissos assumidos pelo governo Michel Temer no ano passado não estão sendo cumpridos. Os monitoramentos são feitos pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Participaram da reunião desta manhã os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), Alberto Santos Cruz (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Segurança Institucional).

Bolsonaro ainda terá nova conversa com Guedes no período da tarde. Onyx, por sua vez, vai definir as estratégias de articulação dos próximos dias com líderes do governo no Congresso, às 17h.

Fonte: IstoÉ

Próxima notícia

Dê sua opinião: