Bolsonaro embolsou R$ 33,7 mil de auxílio-mudança antes da renúncia

Salário do deputado chegou ao valor de R$84,3 mil brutos no mês de dezembro


General Mourão e Bolsonaro

General Mourão e Bolsonaro Foto: Congresso em foco

O presidente Jair Bolsonaro recebeu da Câmara  R$33,7 mil de auxílio-mudança, três dias antes de renunciar ao mandato de deputado federal para assumir a Presidência. É um salário extra que o Congresso destina todo início e fim da legislatura a parlamentares. Segundo o  jornal “Folha de S. Paulo”, o benefício foi depositado no dia 28 de dezembro e somado ao salário de deputado daquele mês com metade do 13º, chegou ao valor de R$84,3 mil brutos no mês passado. A informação foi confirmada pela assessoria da Câmara dos Deputados.

No segundo semestre de 2018, o agora presidente da República participou de poucas atividades no Congresso devido à campanha eleitoral e sua recuperação após o atentado sofrido.

Segundo a Folha de S. Paulo, a assessoria da Câmara dos Deputados informou que só 5 dos 513 deputados renunciaram ao recebimento do benefício pago em dezembro: Bohn Gass (PT-RS), Fábio Trad (PSD-MS), Heitor Schuch (PSB-RS), Major Olímpio (PSL-SP) e Mara Gabrilli (PSDB-SP).

Os deputados foram beneficiados por uma decisão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de antecipar em um mês o pagamento do auxílio, já que o pagamento é feito somente no final do mandado dos parlamentares, que é dia 31 de janeiro.

Fonte: Folha de São Paulo

Próxima notícia

Dê sua opinião: