OPERAÇÃO ESTOQUE ZERO

Polícia Federal do Maranhão cumpre mandados em Teresina contra empresários

A operação foi deflagrada nas primeiras horas desta terça-feira (02), contra empresários de Teresina, suspeitos de promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais


Policiais federais fazem buscas na Secretaria de Saúde de Pinheiro

Policiais federais fazem buscas na Secretaria de Saúde de Pinheiro Foto: Foto: Divulgação/PF-MA

Na manhã desta terça-feira (02), a Superintendência da Polícia Federal do Maranhão, com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou a "Operação Estoque Zero" contra empresários de Teresina, com a suspeita de promoverem fraudes licitatórias e irregularidades contratuais no município de Pinheiro-MA, envolvendo recursos públicos federais que deveriam ser utilizados no combate a pandemia da covid-19.

Veja mais:

>> Polícia pede à justiça que mãe de Izadora Mourão seja monitorada

>> Preso em Gilbués homem foragido há 15 anos e condenado por estuprar a filha

De acordo com informações, as investigações revelaram que funcionários da Secretária de Saúde e Saneamento do município maranhense, junto com empresários de Teresina conseguiram simular a compra e a venda de testes rápidos da covid-19, isso por meio da contratação de uma empresa de fachada que acabou por não fornecer o material. A investigação se concentrou em um processo de aquisição de cerca de 6 mil testes rápidos para o diagnóstico da covid-19, no valor total de R$ 960.000,00.

No total cinco mandados de busca e apreensão, quatro mandados de constrição patrimonial e um mandado de suspensão do exercício de função pública  foram cumpridos. Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação, peculato, lavagem de capitais e associação criminosa.

A denominação “Estoque Zero” é referente à inexistência da mercadoria objeto do contrato, tendo em vista que a empresa não possuía sequer uma única unidade de teste rápido em seu estoque na época da suposta venda.

Próxima notícia

Dê sua opinião: