PRISÃO PREVENTIVA

Pedófilo acusado de enviar fotos íntimas para criança de sete anos continuará preso

Decisão foi emitida pelo juiz Ermano Chaves após audiência de custódia realizada em Teresina


Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI)

Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) Foto: Valciãn Calixto

Permanecerá preso o pedófilo acusado de enviar fotos nu para criança de sete anos. Identificado pelas iniciais F.J.T.N., de 32 anos, teve a prisão em flagrante convertida para prisão preventiva pelo juiz Ermano Chaves Portela Martins, da Central de Inquéritos de Teresina nesta quarta-feira (22) após audiência de custódia.

O acusado foi preso no município de Pedro II ontem (21), após o pai da criança pegar o celular da filha, flagrar a conversa entre os dois e registrar Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial de Teresina. O pedófilo enviava fotos de suas partes íntimas e pedia que a criança lhe enviasse fotos de calcinha.

A decisão do juiz levou em conta o grau de “periculosidade do autuado, a gravidade concreta do delito e a ordem pública”.

Próxima notícia

Dê sua opinião: