Ex-funcionário do BB é preso acusado de estuprar duas filhas

Um ex-militar também foi preso por estupro durante a Operação Indgnus


Presos por estupro

Presos por estupro Foto: Divulgação/SSP

A Polícia Civil do Piauí deflagrou na manhã desta sexta-feira (10) a operação ‘Indignus’, que resultou na prisão de nove suspeitos de estupros. Entre os presos está Francisco Escórcio de Meneses, ex-funcionário do Banco do Brasil, acusado de estuprar as duas filhas.

Ao todo foram expedidos 11 mandados judiciais contra acusados do crime de estupro. Até o momento, oito foram presos em Teresina e um em Piracuruca, na região Norte do Estado.  Um dos presos em Teresina é ex-militar, acusado de estuprar a própria filha menor de idade.

"O nome da operação ‘Indgnus’ vem do latim e significa desmerecedor de perdão. O estupro ofende a dignidade sexual. O estupro é um crime hediondo. As vítimas são do círculo intimo do estuprador, são filhas, sobrinhas, irmãs. Tem que haver o cumprimento de pena”, diz o delegado Willame Moraes, coordenador da Divisão de Capturas (Dicap).

Mais informações em breve

Fonte: Polícia Civil

Próxima notícia

Dê sua opinião: