FEMINICÍDIO

Mulher é morta pelo companheiro em discussão por dinheiro do auxílio emergencial no Piauí

O suspeito esfaqueou a vítima e disse aos policiais que a ela não queria dividir o dinheiro do beneficio


Marlene Silva Santos

Marlene Silva Santos Foto: Divulgação/Polícia Militar

Mais um feminicídio foi registrado no Piauí. Desta vez a vítima é Marlene Silva Santos, de 28 anos, morta pelo próprio companheiro identificado como Leonardo Pereira dos Reis no município de Caracol, a 600 km ao Sul de Teresina. O crime ocorreu por volta das 19h dessa quarta-feira (20) quando o casal discutia por causa do dinheiro do auxílio emergencial do Governo Federal.  Leonardo e um amigo foram presos em flagrante.

Segundo informações do Batalhão da Polícia Militar de São Raimundo Nonato, estava acontecendo uma festa na residência e o casal estava na companhia de parentes e amigos. De repente, os dois começaram uma discussão e Leonardo desferiu golpes de faca na vítima.  Marlene chegou a ser antedida por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu a caminho do hospital. 

Após o crime, o suspeito fugiu e duas horas depois se apresentou espontaneamente à polícia. O outro preso é um amigo de Leonardo que teria participado do crime. Leonardo disse aos policiais militares que a companheira não queria dividir o auxílio emergencial com ele e por isso a discussão teve início. Ele contou ainda que a vítima tentou agredi-lo com uma faca, momento em que ele tomou a arma da mão dela e a esfaqueou no pescoço.

Os dois suspeitos foram encaminhados para a Delegacia Regional de São Raimundo Nonato, onde o caso será investigado.Marlene deixa três crianças, frutos relacionamento anterior.

Próxima notícia

Dê sua opinião: