Homem é preso ao tentar fugir do PI levando mulher deficiente

O homem conheceu a mulher pela internet e mantinha relacionamento amoroso com ela


Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina

Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina Foto: Paulo Pincel

Um homem não identificado natural de Minas Gerais foi preso quando tentava fugir do Piauí com uma mulher de 33 anos que tem uma deficiência cognitiva. A vítima é natural de Esperantina, no Norte do Piauí. A prisão aconteceu na noite de quarta-feira (24). Segundo a polícia, o suspeito conheceu a moça pela internet e mantinha um relacionamento amoroso com ela, mesmo sem a autorização da família.

Um homem natural de Minas Gerais, que não teve o nome revelado, foi preso na noite dessa quinta-feira (24) em um hotel localizado na frente do Terminal Rodoviário de Teresina, na zona Sul. Ele pretendia levar uma mulher de 33 anos, que tem deficiência cognitiva, para morar com ele em MG.

A mulher é moradora de Esperantina, município situado ao Norte do Estado, e os dois se conheceram pela internet e mantinham um relacionamento amoroso, mas a família descobriu e proibiu o namoro.

O caso entre os dois começou em outubro do ano passado. Após descobrir, a família falou com homem sobre o problema da mulher e disse que ela não tinha condições de se relacionar por conta da deficiência, pedindo para que o homem se afastasse.

A polícia descobriu que no dia 23 deste ano, ele combinou com a namorada que viria ao Piauí para busca-la. Sem autorização da família, o homem veio pegar a mulher em Esperantina para morar com ele.

Por volta de meio-dia dessa quinta-feira (24), a família sentiu falta da mulher e acionou a polícia após descobrir que o casal pegou um táxi em Esperantina com destino a Teresina.

O delegado de Esperantina, Leonardo Alexandre Martins, começou as buscas e identificou o taxista que trouxe o casal para Teresina. O taxista contou que ouviu o casal falando que iriam viajar de ônibus até Brasília, mas a polícia descobriu que isso era uma pista falsa que era para a mãe da mulher não descobrir o real plano.

De acordo com o delegado, a polícia começou a pesquisar os ônibus que saíram de Teresina com destino a Brasília, mas não conseguiu encontra-lo, foi quando a polícia partiu para outra linha de investigação. Então a equipe conseguiu encontrar o casal no hotel e os dois estavam preparados para embarcar para Minas Gerais.

“Eles já tinha comprado as passagens aéreas e estava aguardando o horário do embarque para fugir. Eles foram encontrados quando faltava apenas uma hora para o horário do embarque”, disse o delegado Leonardo Alexandre Martins.

O homem foi autuado por subtração de incapaz, pois apesar da vítima ser uma mulher de 33 anos, ela é uma pessoa com deficiência. A Polícia investiga se o homem tinha a pretensão de aplicar golpes financeiros utilizando a documentação da mulher. Desta forma ele também pode responder por violência doméstica na forma psicológica caso seja confirmado essa suspeita.

Fonte: Polícia Civil de Esperantina

Próxima notícia

Dê sua opinião: