TIROTEIO

Festa de aniversário termina com uma pessoa morta e quatro feridas no interior do PI

Um homem promoveu um tiroteio no local e acabou morto com vários golpes de faca


Envolvidos em tiroteio na zona rural de Esperantina

Envolvidos em tiroteio na zona rural de Esperantina Foto: Divulgação/Polícia Militar

Uma festa de aniversário resultou em tiroteio, uma morte e quatro pessoas feridas na localidade Capitão de Campos, zona rural do município de Esperantina, no Norte do Estado. De acordo com a Força Tática da Polícia Militar de Esperantina, a vítima fatal é um homem identificado como Renne Silva Oliveira, que morreu no local. 

 A polícia teve conhecimento do fato quando na madrugada de domingo (01), um policial que estava de plantão no Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman, em Esperantina, informou ao 12º Batalhão da Polícia Militar que cinco pessoas deram entrada na unidade hospitalar com ferimentos de arma de fogo. Uma guarnição da Força Tática se deslocou ao hospital e colheu informações sobre o ocorrido.

Segundo familiares das vítimas, na noite de sábado (30), um homem identificado como Daniel da Costa Silva promoveu uma festa de aniversário e em determinado momento tropeçou no convidado Ronaldo Silva Oliveira. Daniel pediu desculpas para Ronaldo, mas Ronaldo foi agressivo e não aceitou o pedido, começando uma discussão entre os dois. Ronaldo se dirigiu até o irmão Renne Silva, que portava uma arma de fogo calibre 38 e começou a disparar contra Daniel e alguns convidados da festa. Renne só parou de atirar porque as munições acabaram e os parentes de Daniel desferiram vários golpes de faca contra ele, que morreu no local.

Além de Daniel, ficaram feridos Maria das Graças Silva Aguiar, Maria de Deus Costa Silva e Ronaldo Silva Oliveira, que sofreu lesões de bala e de arma branca. Ainda segundo a polícia, Renne era conhecido por diversos crimes na região.

Os feridos e o corpo de Renne foram levadas para o hospital Dr Júlio Hartman para procedimentos necessários. Devido a gravidade dos ferimentos, Daniel e Maria de Deus foram transferidos para a unidade de Saúde estadual da cidade de Piripiri. O crime será investigado pela Polícia Civil da cidade.

Fonte: Polícia Militar de Esperantina

Próxima notícia

Dê sua opinião: