Decretada a prisão preventiva de policial que matou cabo da PM

Francisco Ribeiro dos Santos Filho ficou calado durante a audiência de custódia


Policial militar é assassinado na frente de filho de quatro anos

Policial militar é assassinado na frente de filho de quatro anos Foto: Divulgação PM

O juiz Washington Luiz Gonçalves Correa decreto a prisão preventiva do policial militar do Maranhão, Francisco Ribeiro dos Santos Filho, que matou com três tiros na cabeça cabo da Polícia Militar do Piauí, Samuel de Sousa Borges, 30 anos, numa discussão de trânsito próximo à escola do filho da vítima, na zona Leste de Teresina. 

O juiz considerou o clamor público e a gravidade concreta do delito para decretar a prisão preventiva, depois da audiência de custódia, na manhã deste sábado (02). Orientado pelos advogados, Francisco Ribeiro permaneceu calado durante o depoimento 

"Determino que seja feito exame complementar para tanto, no HUT, devidamente escoltado e em seguida, posto em cárcere, especificamente na cela especial localizada na Peninteciária Regional Irmão Guido", determinou o juiz Wanshington Correa 

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: