COVID-19

Penitenciária de Campo Maior inicia atendimentos médicos por videoconferência

A Penitenciária José de Arimateia Barbosa Leite, em Campo Maior, iniciou, nesta sexta-feira (8), os atendimentos médicos por videoconferência, as chamadas teleconsultas, […]


Detento em teleconsulta

Detento em teleconsulta Foto: Divulgação

A Penitenciária José de Arimateia Barbosa Leite, em Campo Maior, iniciou, nesta sexta-feira (8), os atendimentos médicos por videoconferência, as chamadas teleconsultas, regulamentadas pelo Conselho Federal de Medicina. A medida acontece como um reforço das garantias dos reeducandos e como forma de prevenção ao coronavírus.

O atendimento ocorrido em Campo Maior foi inovador no sistema prisional piauiense. No primeiro dia, foram 12 internos atendidos pela médica da unidade. No consultório com o detento, duas enfermeiras e um policial penal acompanham o procedimento.

Segundo o diretor da unidade penal, Hermogem Paz, a penitenciária da Terra dos Carnaubáis tem adotado todas as medidas para prevenção contra o coronavírus e para a assistência aos custodiados do local. “Optamos por colocar a teleconsulta para preservar tanto os reeducandos quanto os profissionais da medicina que, também, atuam em outros locais. Com isso, estamos mantendo o nível máximo de preservação dentro da unidade”, comentou o gerente da penitenciária de Campo Maior.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: