Explosão em mina de carvão deixa mortos na África do Sul

Cinco pessoas morreram e várias estão presas na mina que fica na província de Mpumalanga.


Mina de Carvão

Mina de Carvão Foto: Reprodução / Internet

Uma explosão provocada por gás em uma mina de carvão desativada na província de Mpumalanga, no leste da África do Sul, deixou cinco mortos, informou a polícia nesta quinta-feira (7). Várias pessoas continuam presas no interior da mina de Middleburg e os esforços de resgate foram prejudicados por níveis perigosamente altos de gás tóxico no subsolo. Cerca de 20 pessoas ainda estão no local, segundo a emissora estatal SABC.

As pessoas tinham entrado na mina na quarta-feira (6) à tarde para roubar cabos de cobre que fornecem eletricidade para iluminação e ventilação do local quando um cano de gás explodiu, disse o porta-voz da polícia Leonard Hlati. "Eles estavam em busca do cobre", disse Hlati.

O cobre é frequentemente roubado das minas em desuso na África do Sul e vendido como sucata. A mina é de propriedade da Tegeta Resources and Exploration, que está sob recuperação judicial depois que seus donos, os irmãos Gupta, disseram ser difícil continuar fazendo negócios no país devido a acusações de corrupção contra eles.

Os irmãos Gupta, seus advogados e funcionários de suas empresas e representantes da família não puderam ser contactados para comentar o incidente da mina.

Os irmãos, que comandavam o que era um dos maiores conglomerados do país, foram acusados de influenciar indevidamente o ex-presidente Jacob Zuma em nomeações políticas e na conquista de contratos. Zuma e os Guptas negam qualquer irregularidade.

Fonte: Reuters

Próxima notícia

Dê sua opinião: