PANDEMIA

Tire suas dúvidas sobre o que funciona este sábado (04) no Piauí

Medidas restritivas mais duras começaram na quinta-feira (02) e visam quebrar a transmissão do vírus


Rua Lisandro Nogueira

Rua Lisandro Nogueira Foto: Piauihoje.com

Neste sábado (04) e domingo (05) no Piauí funcionará apenas farmácias e drogarias, delivery (serviço por entrega) exclusivamente para alimentação; borracharias, postos de combustíveis e pontos de alimentação localizados em rodovias; atividades agrícolas e agroindustriais; e estabelecimentos que funcionem operando forno.

Entre as principais medidas adotadas pelo Governo do Estado está a multa que varia de R$ 500 a mil reais para quem estiver sem máscara de proteção em espaços de atendimento público. A multa também será aplicada à empresas e pode chegar até R$ 10 mil.

O esforço, em conjunto com os municípios, antecede a retomada de parte das atividades econômicas na capital piauiense, prevista para o dia 6 de julho. Inicialmente, deve ser liberado para funcionar o setor da construção civil, cumprindo os protocolos estabelecidos no Pacto Para Retomada Organizada – o Pro Piauí, seguindo um cronograma de quatro etapas.

O governador Wellington Dias ressaltou o rigor na fiscalização para que o processo seja organizado. “O que queremos é evitar a saída desorganizada, por isso adotamos novamente medidas de redução das atividades em funcionamento iniciando na quinta-feira e finalizando no domingo. Queremos alcançar um bom índice de isolamento nesse período e terá fiscalização do cumprimento desse regramento”, disse.

Essa maior restrição começou na quinta-feira (02) e visa quebrar a cadeia de transmissão do vírus. “Se temos pessoas com coronavírus em fase de transmissibilidade, em um período de transmissão de seis ou sete dias, conseguiremos cortar quatro deles. Reduzimos a quantidade de pessoas com coronavírus, com chance de reduzir a ocupação de leitos, buscando condições de ter mais gente saindo de alta hospitalar do que entrando”, avaliou Dias.

RESTRIÇÕES DÃO RESULTADOS

Na quinta-feira (02) o Piauí atingiu a segunda melhor posição em isolamento social do Brasil, atrás apenas do Acre, e primeiro lugar do Nordeste. O índice de isolamento chegou a 43% em todo o estado. Teresina ficou em primeiro lugar entre as capitais.

A nível estadual, dos municípios do interior do estado, o que ficou em melhor posição foi São Miguel do Fidalgo, com 62,50%, seguido de Campo Grande do Piauí, com 57,60% e Brasileira, com 57,40%. Outras 17 cidades chegaram a mais de 50% de isolamento: Massapê do Piauí, Monsenhor Hipólito, Dom Expedito Lopes, Vila Nova do Piauí, Novo Santo Antônio, Santana do Piauí, São João do Arraial, Cabeceiras, Murici dos Portelas, Sebastião Barros Juazeiro, Jatobá, Simões, Morro do Chapéu, Várzea Grande, Antônio Almeida, Caraúbas e Floresta do Piauí.

Fonte: Com informações da CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: