CORONAVÍRUS

Campanha busca recursos para produzir máscaras e jalecos que serão doados a hospitais

Dois empresários se uniram para produzir o material de proteção que serão doados aos profissionais de saúde


Campanha busca arrecadar dinheiro para confecção de material usado no combate ao coronavírus

Campanha busca arrecadar dinheiro para confecção de material usado no combate ao coronavírus Foto: Divulgação

Os empresários Hugo Leonardo, 31 anos; e Stênio Teófilo, 32 anos, se uniram em uma campanha para arrecadar recursos para a fabricação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) usados nos cuidados de pacientes infectados pelo novo coronavírus em Teresina. Hugo Leonardo é diretor comercial na empresa Sion Mark Of Christ, fábrica de camisaria e fardamentos em Teresina. Já Stênio é titular da empresa Terras Imobiliárias, também em Teresina. O objetivo dos dois é produzir máscaras, jalecos e toucas que serão doados para os hospitais da capital.

"Estava na minha casa quando vi em um grupo de WhatsApp a notícia de que a Gerente do Hospital Universitário (HU) estava pedindo a cooperação da população para doação de materiais de prevenção ao coronavírus, bem como máscaras, jalecos cirúrgicos  e toucas. Então surgiu a ideia de fabricar esses materiais ao conversar com meu amigo Stênio, que se prontificou a ajudar e  fez a sua doação para confecção de 350 máscaras. E foi assim que surgiu essa campanha", explica Hugo Leonardo.

O objetivo é produzir o maior número de material possível e direcioná-lo aos hospitais de Teresina de acordo com as necessidades e urgências. Para isso, os organizadores da campanha pedem ajuda da população para custear o material. Já foi comprado material para a produção de 2.400 máscaras descartáveis, que iniciou nessa quarta-feira (25). A previsão é que o material seja entregue a partir de segunda-feira (30).

Hugo Leonardo disse que ainda está sendo feito a análise de quais hospitais receberão a doação do material. "Estou produzindo esse material para fazer essa distribuição. Tem muito hospital precisando de máscara, touca e jaleco. Eu mesmo vou distribuir, vou colocar esse material na embalagem a vácuo e entregar nos hospitais. Vou levar documento para os hospitais assinarem para informar a quantidade que estão recebendo, isso serve até mesmo como forma de prestação de contas com a sociedade", conclui o empresário.

COMO AJUDAR

Para apoiar a campanha, basta doar qualquer valor. As transferências ou depósitos podem ser realizados nas seguintes contas bancárias:

CORONAVÍRUS NO PIAUÍ

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) na noite dessa quarta-feira (25), o Piauí tem oito casos confirmados da Covid-19, sendo todos em Teresina. O número de casos descartados é 173. Ao todo, o Piauí ainda possui 167 casos suspeitos e 348 notificados.

TRANSMISSÃO

A disseminação da doença acontece de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação é por gotículas respiratórias ou contato. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1 metro) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • gotículas de saliva;
  • espirro;

  • tosse;

  • catarro;

  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. 

Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe. O período médio de incubação por coronavírus é de 5 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

A transmissibilidade dos pacientes infectados por SARSCoV é em média de 7 dias após o início dos sintomas. No entanto, dados preliminares do coronavírus (SARS-CoV-2) sugerem que a transmissão possa ocorrer mesmo sem o aparecimento de sinais e sintomas.

 PREVENÇÃO

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.

  • Ficar em casa quando estiver doente.

  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

TRATAMENTO 

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

  • Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).

  • Uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.

Próxima notícia

Dê sua opinião: