Preso acusado de matar radialista há 16 anos

Um homem identificado como Antônio Pereira Sousa Filho, de 40 anos, acusado de ter assassinado o ra


Antônio Pereira Sousa Filho, de 40 anos, foi preso em Manaus (AM)

Antônio Pereira Sousa Filho, de 40 anos, foi preso em Manaus (AM) Foto: Ascom/Polícia Civil

Um homem identificado como Antônio Pereira Sousa Filho, de 40 anos, acusado de ter assassinado o radialista conhecido como “Manhão Portela” há 16 anos, no município de Elesbão Veloso, 155 quilômetros ao Sul de Teresina, foi preso pela Polícia Civil do Piauí no dia 8 de maio deste ano em Manaus e apresentado na Delegacia Geral do Estado nesta segunda-feira (1º).

De acordo com o delegado Odilo Sena, o crime aconteceu em agosto de 1997 quando o suspeito, conhecido como Peixinho, teria matado a tiros o narrador esportivo na Praça da Independência, Centro de Elesbão Veloso.

Antônio Filho estava foragido desde o crime, sendo encontrado apenas neste ano residindo em Manaus, onde estava trabalhando como lanterneiro em uma oficina. “O assassinato ocorreu em plena luz do dia e por uma motivação banal. Faltavam apenas três anos para o crime prescrever”, disse.

O delegado disse ainda que o suspeito não usava documentos falsos e a prisão aconteceu após um descuido por conta do INSS. “O mecânico foi encontrado em Manaus, onde tinha constituído uma família, emprego fixo, casa, carro e vivia como cidadão comum e não demonstrava preocupação em ser preso”, afirmou.

Para Odilo, alguns crimes antigos ocorridos na cidade precisam ser esclarecidos para que esses processos não prescrevam e os acusados sejam punidos. “Quando cheguei em 2011 ao município, uma das minhas metas era dar prioridade aos crimes mais antigos. Essa foi uma investigação demorada e daqui pra frente iremos continuar trabalhando para solucionar outros casos parecidos”, finalizou. 

Fonte: G1/Piauí

Próxima notícia

Dê sua opinião: