PM fica com estaca cravada no pescoço ao tentar pular cerca

Segundo o médico, por pouco a estaca não atingiu a veia jugular do policial


Policial fica com estaca cravada no pescoço após acidente

Policial fica com estaca cravada no pescoço após acidente Foto: Repórter 10

Um Cabo da Polícia Militar do Piauí identificado como Amarildo Pereira, de 44 anos, ficou gravemente ferido, na tarde dessa segunda-feira (11), após sofrer um acidente em sua chácara no município de Piripiri. As informações são do Portal Repórter 10.

O policial que é lotado no 12º Batalhão da Polícia Militar de Piripiri, tentou pular uma cerca de arame farpado em seu terreno quando o arame rompeu e o PM caiu. Após a queda, uma estaca caiu sobre ele ficou cravada em seu pescoço.

Amarildo foi socorrido pelo filho e encaminhado ao Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, onde passou por cirurgia e seu estado de saúde é considerado estável. O médico plantonista, que atendeu o PM, informou que por pouco a estaca não atingiu a veia jugular do pescoço, no qual teria sido fatal. “Ele nasceu de novo”, afirmou o médico.

Ao portal Repórter 10, o policial alertou para os riscos de pular uma cerca de arame. “Com o passar do tempo, as estacas ficam frágeis devido ao sol e a chuva e com isso aumenta os riscos de alguém ficar ferido se tentar pular a cerca. Agradeço a Deus por estar vivo”, finalizou o PM.

Fonte: Repórter 10

Próxima notícia

Dê sua opinião: