PC investiga casos de gravidez na adolescência em cidade do PI

O Ministério Público apura se os casos de gravidez de menores de 14 anos há relação com denúncias de estupro de vulnerável


Grávidas

Grávidas Foto: Thinkstock

O Ministério Público do Estado (MPPI), por meio da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Matias Olímpio, apura a denúncia da Secretaria de Saúde do município de São João do Arraial sobre casos de garotas menores de 14 anos grávidas. A suspeita é que as adolescentes tenham sido estupradas.

O MPPI, através da promotora de Justiça Mirna Araújo Napoleão Lima, expediu um oficio ao delegado de Polícia Civil de Matias Olímpio, para que seja instaurado inquérito com urgência, no prazo máximo de 15 dias, para investigar a denúncia. A portaria da investigação foi publicada no Diário Oficial do Ministério Público nessa terça-feira (29).

Foi identificado no município de São João do Arraial vários casos de adolescentes menores de 14 anos gestantes e surgiram várias denúncias de estupro de vulnerável. Após os relatos, a denúncia foi formalizada e cabe a Polícia Civil investigar.

O Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância e da Juventude (CAODIJ) vai acompanhar o caso.

Fonte: Diário Oficial do MPPI

Próxima notícia

Dê sua opinião: