Justiça manda Cepisa reintegrar 42 funcionários demitidos

Caso a Equatorial não cumpra a decisão, a multa diária a ser paga é de R$ 2 mil, até o limite de R$ 400 mil


Trabalhadores da Cepisa

Trabalhadores da Cepisa Foto: Sintepi

O Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, por meio da juíza Thania Maria Bastos Lima Ferra, da 1ª Vara do Trabalho de Teresina, determinou na tarde dessa quinta-feira (31) que a empresa Equatorial Energia reintegre imediatamente os 42 funcionários demitidos após a empresa assumir a direção da Cepisa.

Caso a Equatorial não cumpra a decisão, a multa diária a ser paga é de R$ 2 mil, até o limite de R$ 400 mil, a ser revertida ao Sindicato dos Urbanitários. A ação foi impetrada pelo Sindicato dos Urbanitários do Piauí (Sintepi), assim que a Equatorial assumiu o comando da distribuidora. 

Segundo o Sintepi, existe um Acordo Coletivo de Trabalho, que é nacional, e foi assinado em 2017, e está em vigor até o dia 30 de abril, e não pode haver demissões de forma irregular, sem justa causa e sem motivação.

.

Fonte: SINTEPI

Próxima notícia

Dê sua opinião: