INSS fará mutirão para agilizar processos e melhorar atendimento

Mutirão será no dia 13 de abril. Milhares de servidores do INSS serão convocados para esse trabalho em todo o Nordeste


William Machado: gerente do INSS em exercício

William Machado: gerente do INSS em exercício Foto: Luiz Brandão

De Teresina - O Instituto Nacional do Seguro Social - INSS, realizará, no dia 13 de abril, um grande mutirão para diminuir o represamento de processo de pedidos de benefícios existente atualmente naquela autarquia. A ação será em todo o Nordeste e vai mobilizar milhares de servidores da instituição.

A informação foi confirmada nesta terça-feira (26.03) pelo gerente executivo em exercício do INSS no Piauí, William Machado. Segundo ele, a meta é concluir o maior número processos com requerimento s de benefícios da Previdência Social que estão em andamento no instituto.

O gerente do INSS disse também que,  além da análise de processos, o mutirão vai buscar a antecipação da agenda do INSS para segurados com datas marcadas para atendimentos nas agências da Previdência.

Ainda durante o mutirão do dia 13 de abril, técnicos do INSS vão promover treinamento de servidores para agilizar o atendimento e a análise dos processos abertos diariamente nas agências da Previdência em todo o país.

PIAUÍ - No Piauí, existem aproximadamente 23 mil processos em andamento e com necessidade de análises mais rápidas para acabar o represamento nas 32 agências da Previdência na capital e no interior do Estado. "Para isso vamos convocar todos os nossos servidores aptos para esse tipo de trabalho", explica William.

Para ele, todo o esforço dos técnicos do INSS é para melhorar e agilizar o atendimento, com respostas mais rápidas aos requerimentos dos nossos segurados. Para isso, o INSS está montando um grupo de trabalho para o plano nacional de análises e conclusão de processos no órgão.

"Creio que, com o mutirão, o engajamento dos servidores e o trabalho em equipe, vamos dar uma resposta à sociedade, com bom atendimento e celeridade na análise de todos os processos", concluiu o gerente em exercício do INSS no Piauí.

Fonte: Assessoria do INSS/PI

Próxima notícia

Dê sua opinião: