UESPI: Grevistas saem insatisfeitos de reunião com governador

O Governo alega que não pode atender todas as reivindicações devido a Lei de Responsabilidade Fiscal


Greve dos professores da UESPI

Greve dos professores da UESPI Foto: Adcesp

Na manhã desta segunda-feira (1º) os grevistas da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) estiveram reunidos com o governador Wellington Dias (PT) no Palácio de Karnak, mas o encontrou terminou sem acordo.

Após o encontro da categoria com o governador, o secretário de Governo Osmar Júnior (PCdoB), conversou com os grevistas e explicou que algumas reivindicações não podem ser atendidas porque ferem a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Osmar Júnior informou que o governador vai atender algumas ações emergenciais pleiteadas pelos grevistas, as que não sejam limitadas pela Lei de Reponsabilidade Fiscal.

O secretário adiantou que não haverá pagamentos de promoções e anteriores, regularização de bolsas estudantis e obras emergenciais nos prédios. Já para atender outra reivindicação relacionada a falta de professor em algumas disciplinas, foi determinado que seja apresentado o quadro necessidade de professores substitutos, pois não é possível a realização de concurso público.

A Associação dos Docentes da Uespi (Adecesp) não ficou satisfeita com a reunião e informou que a categoria vai realizar uma assembleia geral na quarta-feira (3), às  9 horas, para definir os rumos dos movimentos.

"A reunião trouxe algumas promessas e poucos avanços significativos e, por isso, é importante manter a mobilização forte", diz a Adecesp.

Fonte: Adcesp

Próxima notícia

Dê sua opinião: