FERROVIA

Empresa pode retomar obras da Transnordestina

Segundo Wellington Dias, que acompanhou as negociações, a Transnordestina é uma obra estratégica para o desenvolvimento do Brasil e com forte impacto no Piauí


Ferrovia Transnordestina

Ferrovia Transnordestina Foto: Divulgação

A empresa Transnordestina Logística S/A pode retomar a execução da obra da Ferrovia Transnordestina, no trecho entre os municípios de Ribeira do Piauí (PE) a Trindade (PE), conforme decisão do relator, desembargador Carlos Augusto Pires Brandão, da Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Para retomada da obra, o Ministério da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas anunciou quando esteve no Piauí, que a empresa deve investir cerca de R$ 250 milhões no Piauí. 

Segundo o governador Wellington Dias, que acompanhou as negociações, a Transnordestina é uma obra estratégica para o desenvolvimento do Brasil e com forte impacto no Piauí. “A região, segundo estudos, tem cerca de 14 milhões de toneladas a transportar por ano, além de grãos, combustível e outras cargas, a principal carga são minérios, como ferro, gesso, mármore dentre outros”, diz.

A decisão do relator destaca a concordância para Empresa Transnordestina efetuar o depósito no valor de R$ 1 milhão para reparação de eventuais danos a residências. Diretamente o Estado, através do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) já adotou procedimentos para projeto de orçamento e licitação para viaduto que permitirá a comunidade acessar os dois lados da ferrovia com segurança.

Próxima notícia

Dê sua opinião: