EDUCAÇÃO

Curso vai ensinar grupos e organizações a fazerem o "lobby do bem"

Ao todo serão 400 vagas para o treinamento em Advocacy oferecido pelo GT Agenda 2030, na modalidade de educação a distância (EAD). Inscrições devem ser feitas até o próximo dia 10/05


Rede ODS

Rede ODS Foto: Divulgação

Você ou sua organização querem aprender como utilizar o poder e o status que têm para se comunicar melhor e conquistar a atenção para a causa que defendem, fazendo com que ela possa ser levada em consideração ou influenciar o governo local ou nacional ou uma casa legislativa, como Câmara de Vereadores ou de Deputados, na hora em que estão elaborando um projeto ou lei, que vai atingir direta ou indiretamente a vida das pessoas?

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) e a ACT Promoção da Saúde estão abrindo novas turmas para o Curso de Advocacy, na modalidade de educação a distância (EAD), para ensinar como tudo isso pode ser feito na prática. As inscrições estão abertas até o próximo dia 10 de maio. O objetivo é capacitar representantes de fóruns, ONGs, movimentos, fundações e coletivos que trabalham pela difusão, monitoramento e implantação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Brasil, promovendo o combate às desigualdades e às injustiças e o fortalecimento de direitos universais, indivisíveis e interdependentes da sociedade.

Os(as) interessados(as) devem se cadastrar acessando o link: https://tinyurl.com/advocacy-ead-2020. Basta preencher as informações solicitadas. Serão 400 vagas disponíveis para candidatos de todo o Brasil. Porém, se o número de inscritos for muito superior ao de lugares oferecidos, a escolha vai obedecer a alguns critérios.

"Se houver necessidade, utilizaremos critérios de seleção baseados em gênero, região – dando preferência a candidatas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, pessoas LGBTI e portadoras de deficiência. Enfim, a ideia é favorecer grupos mais vulneráveis socialmente", explica Laura Cury, assessora de Relações Internacionais da ACT Promoção da Saúde, que coordena o projeto.

Advocacy é um termo em inglês, ainda sem tradução para o português, utilizado como sinônimo de defesa e argumentação em favor de uma causa. É uma ferramenta que engloba ações de pessoas ou grupos que têm como objetivo influenciar na formulação e implementação de políticas públicas, pressionando autoridades, formuladores de agenda e tomadores de decisão para discutir e adotar as medidas necessárias capazes de sanar ou atenuar problemas e necessidades existentes na sociedade. Seria o "lobby do bem", prática muito comum entre entidades do Terceiro Setor.

O curso é gratuito e, por ser online, não deixa de ser uma boa oportunidade para quem busca adquirir ou aperfeiçoar conhecimentos nesta época de quarentena em função da pandemia da Covid-19. A ação é financiada pela União Europeia, que apoia financeiramente o GT Agenda 2030 – que é uma coalizão formada por mais de 40 organizações não governamentais, movimentos sociais, fóruns e fundações brasileiras que atuam no seguimento da implementação e monitoramento da Agenda 2030.

As vagas estarão distribuídas em duas turmas. São 200 para um grupo que tem início previsto para a segunda quinzena de maio e outras 200 para julho. O resultado da seleção sai no dia 15/05. Para o treinamento de maio, serão convocadas também outras 200 pessoas que ficaram na lista de espera das formações oferecidas no ano passado.

Em junho de 2019, a ACT Promoção da Saúde e o GT Agenda 2030 realizaram uma atividade semelhante. Ao longo de dois dias, reuniram representantes de dezenas de organizações de vários cantos do país para oficinas práticas presenciais em Brasília. Uma das atividades foi a visita a gabinetes de deputados(as) e senadores(as), que serviu para que os(as) participantes aprendessem "in loco" como abordar parlamentares para a defesa das mais diversas causas ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Um mês depois, foi dado início à primeira experiência com turmas a distância. Cerca de 600 pessoas já participaram da formação em EAD cujo objetivo é estimular entidades, movimentos e fundações civis a fazer o advocacy de forma direta ou indireta. Aprende-se, por exemplo, qual o papel da sociedade civil no monitoramento e fomento de políticas públicas, conceitos, elementos da prática junto ao Judiciário, ao Executivo e ao Legislativo e estratégias de comunicação e trabalho em rede. 

Sobre a Agenda 2030 – A Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável é um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade, adotado em 2015 por 193 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), incluindo o Brasil. Possui 17 metas globais para fortalecer a paz universal e alcançar três objetivos extraordinários: 1) Erradicar a pobreza extrema; 2) Combater a desigualdade e a injustiça; e 3) Conter as mudanças climáticas.

Sobre o GT Agenda 2030 – O GT Agenda 2030 trabalha pela implementação e monitoramento da Agenda 2030. O grupo incide sobre o Estado brasileiro e as organizações multilaterais, promovendo o desenvolvimento sustentável, o combate às desigualdades e às injustiças e o fortalecimento de direitos universais, indivisíveis e interdependentes, com base no pleno envolvimento da sociedade civil em todos os espaços de tomada de decisão.

Serviço:

Curso de Advocay EAD – GT Agenda 2030 e ACT Promoção da Saúde

Inscrições até 10 de maio de 2020

Link: https://tinyurl.com/advocacy-ead-2020

Fonte: Alex Cunha

Próxima notícia

Dê sua opinião: