CORONAVÍRUS

Barrense que teve velório interrompido para coleta de exame não morreu por Covid-19

A informação foi um alívio para os que estavam presentes no velório que aconteceu com o caixão aberto


Velório é interrompido para coleta de exame da Covid-19

Velório é interrompido para coleta de exame da Covid-19 Foto: Print do vídeo

Deu negativo o resultado do exame para Covid-19 que foi realizado em um defunto durante o velório na cidade de Barras, a 119 km de Teresina. O conselheiro municipal de Saúde de Barras Genival dos Santos, 53 anos, faleceu no domingo (17) no Hospital Leônidas Melo. Durante o velório dele, as pessoas presentes foram surpreendidas por uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde compareceu ao local para coletar o material biológico e saber o paciente morreu em decorrência do novo coronavírus. 

Amigos e familiares velavam o corpo com o caixão aberto porque foram informados no hospital que a vítima morreu por complicações da diabetes. Quando a equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Barras chegou ao velório, todos os presentes ficaram assustados porque se confirmado o exame, todos poderiam se contaminar. 

A direção do Hospital Leônidas Melo havia comunicado ao Piauihoje.com que não havia necessidade de submeter o paciente a teste de Covid-19 porque ele não apresentava nenhum sintoma da doença. O Hospital disse ainda que não deu ordem para coletar o exame durante o velório.

A Secretaria Municipal de Saúde de Barras disse que foi orientada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a coletar o material do morto. Segundo a Secretaria Municipal, a Sesapi havia orientado sobre a necessidade de investigar casos de óbitos nessas circunstâncias "paciente jovem que morreu por comorbidade, diabetes”.

Próxima notícia

Dê sua opinião: