TECNOLOGIA

ABRINT identifica 18 municípios no Piauí com backhaul de fibra

Com a chegada do leilão das faixas de frequência para a tecnologia 5G, associação ajuda mapear locais que já possuem o backhaul de fibra para que elas não sejam alvo de contrapartida de investimento


Tecnologia

Tecnologia Foto: Divulgação

A ABRINT - Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações vem trabalhando há mais de um ano na atualização de munícipios que possuem o backhaul de fibra. Como a Agência Nacional de Telecomunicações não possuía uma lista atualizada com essas informações, a entidade disponibilizou uma ferramenta que permite aos provedores regionais associados informarem se realmente há ou não a rede na localidade. No mapa integrado na página da ABRINT, é possível clicar nos estados brasileiros e saber quantas e quais cidades não possuem o backhaul de fibra. No Piauí, das 168 cidades que a Anatel informa não ter o backhaul de fibra, 18 delas já possuem, o que representa uma atualização de 11% dessa lista.

>>Mestrado gratuito em gestão e regulação de recursos hídricos está com 243 vagas abertas

>>Escolas fechadas podem representar retrocesso de até quatro anos na aprendizagem

O trabalho é importante porque permitirá ao órgão regulador alocar as contrapartidas de investimento em backhaul de fibra dos vencedores da faixa exclusivamente aos municípios que realmente ainda não têm essa infraestrutura, atendendo dessa forma o objetivo da política pública que é melhorar a conectividade do País. Além disso, se evitará a duplicação de infraestrutura de rede, o mau uso de dinheiro público e a promoção de um desequilíbrio competitivo aos prestadores que já atuam nessas cidades.

"A ausência de backhaul de fibra nos municípios é um gargalo natural para o oferecimento de velocidades superiores aos usuários finais. Nesse sentido, uma das contrapartidas de investimento do leilão é colocar essa rede nos municípios que hoje são atendidos por rádio. O que estamos fazendo agora é informar em quais dessas cidades os provedores regionais possuem backhaul de fibra para evitar que a Anatel obrigue as vencedoras do leilão a fazer esse investimento com dinheiro público, já que esses recursos estão sendo descontados dos preços das faixas", explica Alessandra Lugato, Diretora Executiva da ABRINT.

"Essa campanha que a associação vem fazendo para atualizar as cidades que possuem ou não o backhaul de fibra, é de extrema importância para que a Anatel seja assertiva na alocação das obrigações de investimento. Quanto mais provedores regionais entrarem na plataforma e nos ajudarem com essa atualização, mais números reais e concretos teremos para compartilhar", expõe Lugato.

A atualização é disponibilizada em tempo real e pode ser acessada em: https://abrint.com.br/leilao5g/ .

O que é backhaul?

Backhaul é o termo usado para o segmento da rede que chega até os municípios, interligando-os com os backbones. São as ramificações do backbone que fornecem Internet às redes menores, como as dos provedores regionais, por exemplo.

Comparando com o sistema rodoviário, o backhaul seria as estradas menores e vias vicinais que chegam até as cidades mais afastadas.

Já Backbone são as redes utilizadas pelas operadoras para fornecer Internet para outras redes menores. São os grandes links de transmissão de dados a partir dos quais saem ramificações para atender outras redes.

Sobre a ABRINT

A Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (ABRINT) tem atuação nacional e representa provedores regionais de internet em discussões junto ao governo, órgãos reguladores e entidades afins. Provedores são majoritariamente empresas de pequeno e médio portes. Segundo a Anatel, há pelo menos um provedor em operação em todas as cidades do país e mais de 50% do mercado nacional de fibra óptica até os domicílios brasileiros vêm dos pequenos provedores. Para mais informações, acesse: https://www.abrint.com.br/

Próxima notícia

Dê sua opinião: