Apicultor tem apiário envenenado e prejuízo de R$ 12 mil

O apicultor revelou que esta é a segunda vez que tem seu apiário envenenado


Colmeias foram envenenadas na localidade Lazam Velha, zona rural de Monsenhor Hipólito

Colmeias foram envenenadas na localidade Lazam Velha, zona rural de Monsenhor Hipólito Foto: Riachão Net

O apicultor Geovan José de Sousa, 35 anos, teve um grande prejuízo devido a uma maldade humana. O apicultor teve seu apiário envenenado na localidade Lazam Velha, na zona rural do município de Monsenhor Hipólito. Nessa terça-feira (12), Geovan divulgou um vídeo mostrando suas abelhas envenenadas.

Ao portal Riachão Net, Geovan revelou que esta é a segunda vez que tem suas abelhas envenenadas. A primeira vez ocorreu em dezembro do ano passado. “Dessa vez eu perdi 28 colmeias com 30 melgueiras em cima a ponto de tirar o mel”, disse o apicultor.

O apicultor teve um prejuízo de R$ 12 mil com a morte das abelhas, que segundo ele foi um crime contra a natureza. “Ver a natureza se acabar pela mão de uma pessoa é muito triste, porque essa pessoa não fez mal pra mim e sim para a natureza”, lamentou.

Ainda segundo Geovan, o veneno usado para matar as abelhas é o mesmo usado para pulverizar caju. Ele acrescentou ainda que o criminoso realizou o crime durante a noite e equipado com roupa de apicultor.

Fonte: Riachão Net

Próxima notícia

Dê sua opinião: