Neymar recorre a tratamento com plasma para acelerar recuperação do pé direito

Astro esteve em Barcelona nesta semana para passar por técnica que utiliza plasma rico em plaquetas (PRP), aplicada por médico que operou Gabriel Jesus


Neymar Jr

Neymar Jr Foto: Charles Platiau/Reuters

O processo de recuperação de Neymar ganhou o auxílio de uma técnica moderna. O astro do PSG recorreu a um tratamento conhecido como PRP, sigla para "plasma rico em plaquetas", que foi aplicado na cidade de Barcelona, onde o camisa 10 esteve na última quarta-feira, logo depois de o clube francês apontar que seu tempo fora dos gramados seria de 10 semanas.

O tratamento é considerado moderno e consiste em uma técnica na qual o sangue do próprio paciente é utilizado. É retirado sangue venoso, que depois é manipulado, tendo o plasma separado. Este plasma é injetado no local atingido, com o objetivo de regenerar de forma mais rápida lesões em tecidos musculares, cartilagens e tendões. O responsável pelo procedimento foi doutor Ramón Cugat, que realizou cirurgia em Gabriel Jesus há dois anos, quando o atacante do Manchester City teve fratura parecida com a de Neymar.

O tenista Rafael Nadal já utilizou a técnica para tratar lesões no joelho. Em entrevista durante o Xangai Masters de 2013, o espanhol afirmou que o tratamento o auxiliou pela primeira vez de forma "inacreditável". Depois, entretanto, não teve tanto efeito.

- O PRP funcionou de forma inacreditável no meu joelho antigamente, em 2009, 2010. Em 2009, eu tive que sair de Wimbledon, e quando voltei, ainda sentia dor. Mas depois de Monte Carlo, fiz pela primeira vez o tratamento com PRP no meu joelho, na parte de cima do joelho, não embaixo. Funcionou de forma inacreditável. Me recuperei 100% em um período muito curto de tempo durante o tratamento com PRP. Com a lesão que tive agora, eu fiz (tratamento com PRP). Tentei muitas vezes, e realmente não me ajudou muito - explicou Nadal, citado pelo site "Sports Illustrated".

Retorno previsto para meados de abril

Neymar esteve em Barcelona na última quarta, realizou o tratamento e retornou a Paris no dia seguinte, para seguir o processo de recuperação em casa. A princípio, está descartada uma cirurgia. Os médicos e o clube francês esperam que o craque esteja totalmente recuperado em dois meses e meio - prazo apontado pelos parisienses em nota oficial.

Segundo o comunicado, o grupo de médicos especialistas reunidos pelo clube - incluindo Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira, que operou o jogador no ano passado - chegou à conclusão de que um "tratamento conservador" seria a melhor opção. Neymar sofreu uma fratura no quinto metatarso do pé direito em duelo contra o Strasbourg, no dia 23 de janeiro.

Desta forma, se tudo der certo, Neymar poderia retornar aos gramados para um possível jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, em meados de abril. Para isso, o PSG precisa superar o Manchester United nas oitavas, que serão disputadas nos dias 12 de fevereiro e 6 de março. A ida das quartas de final está prevista para a segunda semana de abril.

A boa notícia fica para a seleção brasileira, que, apesar de não poder contar com o camisa 10 nos primeiros amistosos de 2019, em março, deve ter Neymar a disputa da Copa América, que começará em 14 de junho.

Fonte: globoesporte.com

Próxima notícia

Dê sua opinião: