Ministério do Esporte tem redução de verba de R$ 478,2 milhões

Reunião do Conselho Nacional de Atletas propõe mobilização para reverter corte


Leandro Cruz e Michel Temer

Leandro Cruz e Michel Temer Foto: Estadao esportes - Estadão

O ministro do Esporte, Leandro Cruz, apresentou nesta segunda-feira em reunião com Comissão Nacional de Atletas (CNA), realizada no Parque Olímpico da Barra, Rio de Janeiro, a proposta orçamentária para o próximo ano enviada na semana passada pelo governo federal ao Congresso Nacional. A previsão para o Ministério do Esporte é de R$ 656,6 milhões, uma diminuição de R$ 478,2 milhões em relação ao orçamento de 2018. A ex-jogadora de basquete Hortência comandou pela primeira vez um encontro da CNA. Hortência assumiu o cargo em 17 de julho, e substitui Zico, que voltou a trabalhar no futebol japonês.

Caso seja aprovado, o orçamento será o menor dos últimos anos. Para critério de comparação, em 2006 o Ministério teve uma verba de R$ 886 milhões, segundo a Lei Orçamentária Anual (LOA) da União (veja abaixo a tabela com os orçamentos desde 2006). Diante do cenário de redução de recursos, a comissão estuda realizar uma mobilização para que a situação seja revertida no Congresso.

- A comunidade esportiva tem demonstrado que está unida. O sucesso da campanha pela revisão da Medida Provisória 841, que retirava recursos das loterias federais direcionados ao esporte, é um ótimo exemplo. Vamos nos mobilizar novamente - disse Hortência.

*A Lei Orçamentária Anual (LOA) estabelece os orçamentos da União, por intermédio dos quais são estimadas as receitas e fixadas as despesas do Governo Federal. Os números ficam disponíveis para consulta no site da Câmara dos Deputados.

Fonte: globoesporte.com

Próxima notícia

Dê sua opinião: