Fifa bane Marin permanentemente e aplica multa de R$ 3,8 milhões

Câmara de decisão do Comitê de Ética toma decisão final sobre ex-presidente da CBF


José Maria Marin

José Maria Marin Foto: Associated Press

Condenado pela Justiça dos Estados Unidos no ano passado, e preso desde de 2015, José Maria Marin também teve processo finalizado no Comitê de Ética da Fifa. A câmara decisória do órgão anunciou nesta segunda-feira que o ex-presidente da CBF foi banido de forma permanente, após ser considerado culpado por suborno. O ex-dirigente também foi multado em 1 milhão de francos suíços (R$ 3,8 milhões). Marin pode recorrer à Câmara de Apelações da própria Fifa e, depois, ao Tribunal Arbitral do Esporte.

- A investigação sobre o senhor Marin revelou vários esquemas de suborno, em particular entre 2012 e 2015, na relação com seu papel em conceder contratos a empresas de mídia e direitos de marketing de competições da Conmebol, Concacaf e CBF - diz o comunicado da Fifa. Marin já havia sido banido de forma temporária anteriormente, mas a Fifa aguardava a resolução de seu processo na Justiça norte-americana para concluir seu caso junto ao Conselho de Ética.

Fonte: globoesporte.com

Próxima notícia

Dê sua opinião: